Prefeitura amplia horário de funcionamento das atividades no município

Compartilhe
FOTO: Diogo Zanatta/PMPF   FOTO: Diogo Zanatta/PMPF 
Mudança no decreto municipal de enfrentamento da pandemia foi anunciada pelo Executivo nesta terça-feira (21), após análise da atual situação epidemiológica vivida no município

O avanço da cobertura vacinal da população, as ações de conscientização, orientação e fiscalização contra a propagação do Coronavírus e a consequente redução dos casos sintomáticos e ativos de Covid-19, motivaram a decisão anunciada pela Prefeitura de Passo Fundo, nesta terça-feira (21), de alterar o decreto municipal de enfrentamento da pandemia e ampliar o horário de funcionamento de todas as atividades econômicas e não econômicas.

Conforme o texto do novo decreto, divulgado nesta terça-feira (21), o horário de funcionamento das atividades econômicas e não econômicas no Município se dará entre o horário das 06h até a 01h, de segunda-feira a domingo. Fica permitido, após o horário da 01h, os serviços de telentrega, ficando vedado o procedimento de "pague e leve". O horário da 01h poderá ser estendido até as 02h, estritamente para restaurantes, ficando expressamente vedado o ingresso de novos clientes no estabelecimento após a 01h. A limitação do horário não se aplica aos estabelecimentos e segmentos econômicos declarados como atividades e serviços essenciais.

A medida adotada após reunião entre o prefeito, Pedro Almeida, e a secretária de Saúde, a médica infectologista, Cristine Pilati, considera a atual situação epidemiológica vivida no município. “Nossos esforços em garantir a ampla cobertura vacinal da população tem surtido os efeitos que vínhamos projetando desde o início do processo de vacinação, que é a redução significativa dos casos suspeitos e dos ativos; das internações hospitalares em leitos clínicos e de UTI e também da queda no número de óbitos”, relatou o prefeito.

De acordo com a secretária de Saúde, os indicadores relativos à pandemia seguem sendo monitorados diariamente pela pasta. “Este é um trabalho constante e permanente, o que nos permite tomar decisões a partir de critérios técnicos e situações concretas”, argumentou Cristine, destacando o empenho da Prefeitura em garantir a vacinação dos passo-fundenses com a primeira dose e a construção de um plano logístico e descentralizado para acelerar que as pessoas completem o seu esquema vacinal. “Nesta nova fase da vacinação queremos que as pessoas possam acessar as suas segundas doses em 17 salas de vacina, nos bairros. Isso facilita o deslocamento e torna o processo mais célere”.

O prefeito reforçou que a Secretaria de Saúde mantém o acompanhamento diário dos casos em Passo Fundo e que a alteração no decreto municipal não significa que o Município deixará de atuar no enfrentamento da pandemia. “Nosso alerta é permanente. Havendo aumento dos casos as medidas podem ser revistas”, argumentou Pedro, complementando que permanecem valendo as regras do decreto Estadual que, entre outras questões, determina a manutenção dos sistemas de distanciamento nos estabelecimentos comerciais, a obrigatoriedade do uso de máscara em todos os espaços e ainda a adoção de protocolos de higiene e sanitários capazes de mitigar a transmissão do Coronavírus.

Leia Também Ministério Público doa smartphones para alunos da rede municipal Feira de Saúde acontece neste sábado Coleurb realiza alteração no itinerário da linha Donária - Santo Antônio Coleurb incentiva colaboradores a usarem rosa em alusão a combate ao câncer de mama