Quinta-feira de oportunidades na segunda edição do Café Com Emprego em Passo Fundo

Compartilhe
Foto Kleiton Vasconcellos (Rádios Planalto)   Foto Kleiton Vasconcellos (Rádios Planalto) 

Hoje, 14 de outubro, a Prefeitura de Passo Fundo realiza a segunda edição do programa Café Com Emprego. A iniciativa busca conectar pessoas que estão precisando de uma oportunidade no mercado de trabalho a empresas que possuem vagas abertas. O encontro acontece no Clube Juvenil, das 8h às 14h.

São oferecidas 668 vagas.

A primeira edição foi concretizada em agosto e resultou na contratação de mas de 150 pessoas, em empresas de diversos segmentos. De acordo com o prefeito Pedro Almeida, essa segunda edição terá como foco os setores do comércio e da prestação de serviços. “São áreas importantes e que movimentam bastante a nossa economia, sobretudo, neste período do ano em que aumentam as contratações para atender à demanda do consumo que se estabelece”, analisou.

O prefeito destacou que, além de empregar pessoas, o objetivo é permitir que as empresas participantes e apoiadoras do Café possam construir um banco de dados e talentos, ampliando as relações com a comunidade. “Observamos essa dinâmica durante a primeira edição e consideramos isso importante. As empresas se aproximaram da comunidade, conseguiram estabelecer vínculos e também contribuíram para um diagnóstico que vai nos auxiliar na construção de outras ações, como a Escola das Profissões”, afirmou.

O Café com Emprego é uma das principais ações do programa Acelera Passo Fundo, desenvolvido pelo governo municipal para estimular a economia. Os eixos do programa, sobretudo, fortalecem a atuação de empresas e geram emprego e renda aos passo-fundenses.

Imigrantes e PCD's

A novidade na 2ª edição do Café com Emprego é a inclusão de um espaço específico para que imigrantes e Pessoas com Deficiências (PCD's) também possam ser inseridos no mercado de trabalho. De acordo com a coordenadora da Igualdade Racial de Passo Fundo, Giovanessa Menezes, "trabalhamos de forma orientativa na rua, com material em português, francês e espanhol, para que os imigrantes possam ser acolhidos. Oferecemos aqui também orientação para que eles possam fazer documentos, pontos de referência de atendimento social, com uma intérprete que fala oito línguas". Conforme a coordenadora, Passo Fundo tem imigrantes principalmente vindos de Bangladesh, Haiti, Senegal e Venezuela.

Ainda, em parceria com a agência do FGTAS/Sine Passo Fundo, haverá recrutamento de Pessoas com Deficiências (PCD’s), ampliando a proposta de inclusão que contempla esta segunda edição da iniciativa.

Foto: Cassiano Valente / Rádios Planalto 
Foto: Cassiano Valente / Rádios Planalto 
Foto: Cassiano Valente / Rádios Planalto 
Foto: Cassiano Valente / Rádios Planalto 



Vagas: (Clique para ampliar)


Leia Também Ministério Público doa smartphones para alunos da rede municipal Feira de Saúde acontece neste sábado Coleurb realiza alteração no itinerário da linha Donária - Santo Antônio Coleurb incentiva colaboradores a usarem rosa em alusão a combate ao câncer de mama