Assassinato de autor de livro sobre Marielle Franco será investigado pela Polícia do Rio de Janeiro

Compartilhe


A polícia do Rio de Janeiro investiga o assassinato do escritor e capoeirista Leuvis Manuel Olivero, de 38 anos. O crime ocorreu no dia 10 de outubro, em uma rua do bairro Barra da Tijuca. Segundo testemunhas, o homem andava normalmente pela rua, quando um carro se aproximou e, de dentro dele, foram feitos os disparos. Os policiais ainda não sabem a motivação do assassinato.

Os disparos atingiram a cabeça e o abdômen. Uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou a ir até o local, mas o escritor já havia morrido quando os médicos chegaram.

Olivero nasceu na República Dominicana, mas era cidadão dos Estados Unidos. No Brasil há quase dez anos, o capoeirista deixa um filho e uma namorada, com quem morava no Rio de Janeiro.

Entre os onze livros publicados por Olivero, um homenageava a vereadora carioca Marielle Franco, também assassinada a tiros na cidade.

Neste fim de semana, amigos da vítima foram à rua em que ele foi assassinado em protesto por investigações mais rápidas e transparentes. O sepultamento será nos EUA, mas ainda não há data.


Fonte: Correio Braziliense

Foto: Twitter

Leia Também Polícia Federal deflagra operação na terra indígena da Serrinha para apurar duplo homicídio Morre no hospital mulher que foi atropelada por carro no bairro Boqueirão Adolescente apreendido por porte de arma de fogo em Passo Fundo Homem preso por assalto a mão armada em Passo Fundo