Em Brasília, prefeito e lideranças de Passo Fundo pressionam pela liberação do Aeroporto Lauro Kortz

Compartilhe

Em reunião na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e na Secretaria de Aviação Civil (SAC), em Brasília, Pedro Almeida destacou que a Prefeitura está mobilizada para garantir que o Aeroporto volte a operar o quanto antes. Ministro de Infraestrutura assegurou que as obras de infraestrutura no local terão continuidade

Cumprindo um roteiro de agendas oficiais em Brasília durante esta semana, o prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida, reuniu-se, nessa quarta-feira (20), com diretores e técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Secretaria de Aviação Civil (SAC) para tratar do retorno das operações aeroportuárias no Aeroporto Lauro Kortz, interrompidas em razão das obras de reforma e ampliação da pista e do terminal de passageiros.

De acordo com o prefeito, em ambas as reuniões com os órgãos do Governo Federal responsáveis pela aviação civil no país, o Município se colocou à disposição para auxiliar nas etapas finais de liberação da pista e na continuidade das obras no terminal de passageiros. Ambas as reuniões foram acompanhadas também pelos deputados Mateus Wesp e Alceu Moreira. “É nosso interesse dar celeridade a todos os processos que resultem na retomada dos voos no Aeroporto, uma vez que isso estimula e fortalece a economia não apenas de Passo Fundo, mas de toda a região e do Estado como um todo”, defendeu Pedro.

O prefeito também esteve reunido com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que assegurou a máxima celeridade na liberação do Aeroporto e também garantiu a sequência de obras de infraestrutura no local e também em outras regiões de Passo Fundo.

Ao mesmo tempo em que mantinha as reuniões com a ANAC e a SAC, na Capital Federal, Pedro falou sobre as equipes dos órgãos que davam início a vistoria técnica e de monitoramento do Aeroporto, uma etapa fundamental para assegurar a liberação da pista e do funcionamento do local. “Desta visita irá resultar um relatório que vai embasar as próximas definições da ANAC”, comentou o prefeito, destacando que o Município também irá atuar em outra frente de trabalho. “Vamos até Curitiba para tratar com o CINDACTA a aferição e validação dos PAPI’s e dos instrumentos de voo na pista”.

O CINDACTA, explicou o prefeito, é o órgão vinculado à Aeronáutica responsável pela verificação e controle destes instrumentos e equipamentos instalados juntos à ampliação da pista do Aeroporto Lauro Kortz. “Esta reunião em Curitiba vai ocorrer já nos próximos dias, pois há uma demanda regional e estadual para a retomada imediata das operações em nosso Aeroporto”, defendeu Pedro.

Para intensificar o apoio da Prefeitura na liberação do Aeroporto, Pedro determinou a criação de um grupo de trabalho composto por secretários da Administração que irão acompanhar todas as etapas restantes dos processos para a retomada dos pousos e decolagens. “Vamos também estender o convite às nossas lideranças empresariais, das entidades de classe e também dos deputados que nos acompanham para que possamos somar forças nesta demanda”, argumentou o prefeito.

Ainda, Pedro comentou que o Município articula uma nova reunião com o governador do Estado, Eduardo Leite, para tratar do assunto. “Também queremos uma audiência com as companhias aéreas para falarmos sobre a ampliação das rotas regionais, dentro do programa estadual de ampliação da aviação regional no Rio Grande do Sul”, resumiu o prefeito.

Leia Também Bolsonaro é eleito personalidade do ano em votação popular da revista americana Time Governador Eduardo Leite: "Um governo deve ser exemplo para a sociedade" Comissão ERS-324: vereadores cumprem agenda em Porto Alegre nesta terça-feira De olho na presidência, Sergio Moro defende reconstrução do combate à corrupção