BSBIOS recebe o reconhecimento de Top Ser Humano

Compartilhe
Foto: Divulgação BSBIOS   Foto: Divulgação BSBIOS 

Humanização é o ato ou efeito de humanizar. Tornar humano, benévolo, afável. Trabalhar com pessoas requer ser humano, criando soluções de trabalhos pensadas e voltadas para as pessoas. A BSBIOS acredita no ser humano como um diferencial de crescimento tanto a nível empresarial, como pessoal de cada um. Reforçando essa ideia, nesta semana, a Associação Brasileira de Recursos Humanos, seccional do Rio Grande do Sul (ABRH-RS) divulgou os vencedores do prêmio Top Ser Humano, no qual a BSBIOS é uma das empresas vencedoras na categoria Organização.

O prêmio é um reconhecimento às organizações que valorizam o ser humano como um diferencial estratégico para o crescimento das pessoas e das empresas, premiando as organizações que apresentam as melhores práticas na área de gestão de pessoas. A BSBIOS está entre os vencedores com o case Plano de Sucessão alinhado as estratégias do negócio.

Em 2017, a BSBIOS identificou a necessidade de contar com um plano de sucessão, com vistas a sustentar o crescimento dos negócios da empresa, considerando o ser humano como o principal fator de sucesso. Para tanto, implantou ferramentas para construir uma organização de alta performance, como o mapeamento de cargos estratégicos, de potenciais sucessores e de profissionais do grupo tático e, desenvolvimento de uma Academia de Líderes, para capacitá-los alinhados e comprometidos com os norteadores estratégicos da companhia.

O plano sucessório é apoiado pela Diretoria Executiva da empresa. O presidente da BSBIOS, Erasmo Carlos Battistella, destaca que esse é um fator de estímulo para o desenvolvimento e manutenção dos colaboradores. “Para a BSBIOS, desenvolver pessoas significa cuidar do principal ativo, pois é a partir delas que todo e qualquer objetivo é atingido. Entendemos que negócios de sucesso dependem do êxito individual e coletivo de nossos colaboradores,” falou o empresário.

A gerente corporativo de capital humano, Emanuele Milani Groth, destaca que o plano é uma importante ferramenta para identificar cargos e competências críticas para o negócio. “Seguimos na missão de estar alinhados às estratégias buscando atrair, reter e desenvolver líderes e talentos para a sustentabilidade da empresa, a fim de que as pessoas compreendam que compõem um dos pilares responsáveis pelo sucesso da BSBIOS,” ressaltou Emanuele.

Após a identificação das pessoas chaves, eles são convidados a participar da Academia de Líderes, que conta com sessões de coaching individual, com treinamentos e workshops. O resultado pode ser sentido no indicador de promoção interna para posições estratégicas. No ano de 2019 foram 36 colaboradores em posições estratégicas promovidos internamente, ou seja, 80% dos cargos estratégicos eram ocupados por “pratas da casa”. No ano de 2020, 78% dos cargos estratégicos eram ocupados por profissionais promovidos internamente e 22% ocupados por profissionais do mercado.

A Coordenadora Fiscal, Fabiane dos Santos Ramos Ribeiro, que iniciou no ano de 2015 na empresa como estagiária, participou do plano de sucessão. “Foi transformador, além de promover autoconhecimento e reflexão. O programa nos proporcionou trocar experiências com colegas de outras áreas, e cada um compartilhou suas vivências, o que contribuiu bastante para o aprendizado. Com essa experiência podemos perceber o quanto a companhia se preocupa com o desenvolvimento e crescimento dos colaboradores, o que nos deixa ainda mais confortáveis ao assumir novas responsabilidades,” salientou ela.

O plano de sucessão está em constante atualização e estimulando ainda mais a profissionalização da empresa. Neste ano, a Academia de Líderes dará continuidade ao programa de coachingworkshop de liderança, programa de línguas (inglês e espanhol), lançamento da plataforma de treinamento e-learning e a aplicação da avaliação por competências e resultados.

 


Leia Também Publicado decreto que regulamenta o Auxílio Gás Receita paga restituições de lote residual do IRPF de novembro Petrobras anuncia investimentos de US$ 68 bilhões nos próximos 5 anos Rússia vai retomar importação de carnes bovina e suína do Brasil