Expectativa e Frustração

Postado por: Élvis Mognhon

Compartilhe


 

Somos humanos e criamos expectativas. Todos os dias esperamos que algo bom aconteça, inclusive desejamos isso às pessoas que nos são queridas. No entanto, muitas vezes somos surpreendidos negativamente e nos frustramos.

A maior forma de nos frustrarmos é criarmos expectativas em demasia. Muitas expectativas que criamos, no confronto com a realidade, são frustradas. Nem por isso deixamos de imaginar e criar novas expectativas, imaginando cenários lindos e favoráveis.

O Outro nos surpreende constantemente, pois carrega consigo seus pressupostos, verdades e ideias sobre uma determinada realidade, que pode muitas vezes ser completamente diferente daquilo que pensamos sobre os mesmos pontos.

Algumas pessoas têm baixa tolerância à frustração. E como ela nos acompanha ao longo de nossas vidas, isso pode representar demasiado sofrimento psíquico para essas pessoas. É muito importante procurar ajuda profissional para compreender e ressignificar algumas experiências.

É possível e necessário gerenciarmos nossas expectativas e frustrações. Nem sempre é um caminho fácil, mas o autogerenciamento é fundamental para compreendermos nossos processos e condicionantes. A psicoterapia pode auxiliar muito com ferramentas e estratégias, inclusive ressignificando algumas crenças e experiências de processos frustrantes.

 

 

** O leitor poderá enviar sugestões, dúvidas, questionamentos sobre o tema para o e-mail: emognhon@gmail.com Para agendar atendimentos clínicos utilizar o WhatsApp (54) 99983 9966.

 

Leia Também As lebres e as rãs RABISCOS SEMANAIS: À Manjedoura, o Grupo de Jovens! Viver e confraternizar: a alegria do final de ano Preparai o caminho do Senhor!