Julgamento da Kiss: ex-prefeito Cezar Schirmer afirma que faltou coerência a inquérito montado em Santa Maria

Compartilhe
Foto: Ministério Público   Foto: Ministério Público 
O ex-prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer, que estava à frente do Executivo no período da tragédia da boate Kiss, em janeiro de 2013, é a testemunha ouvida no começo dos trabalhos no oitavo dia do julgamento em Porto Alegre.
Ele falou na abertura dos motivos que o levaram a não conceder entrevistas naquele período. O ex-prefeito relatou ao juiz como soube da tragédia na noite Kiss.
Schirmer fez várias críticas à elaboração do inquérito por parte da Polícia Civil. Disse que faltou coerência na elaboração do documento.  O ex-prefeito também criticou as notícias que eram transmitidas à imprensa, tendo ligado inclusive para um diretor de jornal de Santa Maria. 
"O inquérito é muito ruim", afirmou.

Leia Também Saiba qual o dia e horário em que mais ocorrem acidentes em Passo Fundo Termina neste domingo a reaplicação do Enem 2021 Sociedade Ornitológica da Região do Planalto faz doação para famílias necessitadas Em entrevista à Planalto News, advogado de réu da boate Kiss faz criticas à sentença