Lula diz que não tinha como pagar advogados: "ofereci minha inocência"

Compartilhe
O ex-presidente Lula esteve  em evento realizado em São Paulo pelo grupo de advogados Prerrogativas. No encontro, o ex-presidente agradeceu os causídicos Cristiano Zanin e Valeska Teixeira pela atuação nos processos a que responde por corrupção, e nos quais teve todas as condenações anuladas.
"Eu queria agradecer ao Cristiano e à Valeska pela perseverança, porque não foi fácil no começo do processo. Eu tive reunião com dezenas de advogados e é muito difícil quando você é acusado de corrupção da forma massiva como a gente foi. Você tentar ter tempo de respirar, de tomar fôlego, porque a única coisa que eu dizia para os advogados era o seguinte: 'eu não tenho como pagar vocês. A única coisa que eu posso oferecer para vocês é a minha inocência'."
O ex-presidente destacou que tinha convicção que provaria sua inocência, e que havia um conluio entre membros do Judiciário e do MP, envolvendo inclusive meios de comunicação que, segundo Lula, "não tiveram compromisso com a verdade".

Fonte: Nação Jurídica/Migalhas

Leia Também Câmara de Vereadores sedia audiência pública do Estado sobre segurança pública Definido ato público com Lula no Rio Grande do Sul TSE aprova registro de federação partidária entre PT, PCdoB e PV Deputados do PT entram com ação contra Sergio Moro por prejuízos causados ao país