Jovens e seus desejos de mudar o mundo!

Postado por: Nei Alberto Pies

Compartilhe


Jovens estudantes de uma escola da rede municipal de Passo Fundo, do nono ano do Ensino Fundamental, foram perguntados sobre o tema Jovens e seus desejos de mudar o mundo. Seu desafio era problematizar, de forma argumentativa, sobre a temática.

Surpreendentemente, pensaram e escreveram ideias interessantes sobre o tema. Os jovens sabem o que querem e afirmam o que desejam para o mundo no qual estão inseridos neste momento de suas vidas. Quando os jovens escrevem, sempre pensam melhor.

***

O mundo obriga a sociedade a trabalhar em conjunto, superando assim diferenças sociais, visando um futuro melhor para todos.

Os jovens da atualidade têm muita noção dos males que ocorrem no mundo inteiro por conta dos modernos meios de comunicação que determinam a vida na nossa sociedade. Por isso, esses jovens tem interesse de mudar o mundo, para que possam ter um futuro melhor, ou até ajudar outras pessoas.

Por isso devemos levar algumas perguntas em questão: será que podemos mudar o mundo? Ou: os jovens tem o poder de mudar o mundo?

A resposta a estas perguntas vai de cada um, mas na minha visão se o ser humano e, principalmente, os jovens devem parar de se preocupar com atitudes superficiais ou que apenas trazem benefícios a eles próprios. O mundo obriga a sociedade a trabalhar em conjunto, superando assim diferenças sociais, visando um futuro melhor para todos.

Nada disso será possível se continuarmos a ter tantos preconceitos. Os jovens que desejam mudar o mundo devem passar suas ideias para seus familiares, para seus amigos e, por fim, para toda comunidade. É preciso que as guerras, os preconceitos e a pobreza cheguem ao fim. Se isto realmente acontecer algum dia, podemos ter certeza que todo este movimento terá reconhecimento, pois fama não é necessária, mas o reconhecimento é algo explêndido.

Malala e Greta são jovens que podem nos inspirar. (Estudante João Polese)


***

O problema é que quem quer mudar o mundo quase sempre quer fazer isso mudando os outros.

O mundo precisa de mudanças de todos os tipos, mas a grande questão é como efetuar estas mudanças? O jovem se faz essas e outras perguntas sobre como mudar o mundo e ele tenta ir atrás de soluções todos os dias.

A juventude é a fase em que o indivíduo passa a se descobrir como tal. Essa fase exige encarar seus defeitos e reconhecer suas qualidades para que, só assim, você consiga conviver com estes. Exige que você aprenda a fazer escolhas e, mais importante, assuma a responsabilidade pelas consequências.

O problema é que quem quer mudar o mundo quase sempre quer fazer isso mudando os outros.

A rebeldia dos jovens é o desejo de mudar o mundo.

Para mudar o mundo, não precisa de muita coisa: pratique a solidariedade, o respeito, seja conscientes sobre nossa responsabilidade no mundo, não julgue, compartilhe conhecimentos e, sobretudo, procure entender e apoiar os jovens. (Estudante Ana Clara de Quadros Colla)

***

Queremos mudanças sociais verdadeiras, mudanças que mudem o mundo de verdade.

Sabemos que todas as gerações estão atrás de mudanças e feitos que deixem marcas para sempre. Como parte desta geração e usuária de diversas plataformas de comunicação e entretenimento, vejo que, ao contrário das gerações passadas, a internet é um meio importante para adquirir conhecimentos e de fazer barulho para que escutem os jovens.

Temos acesso a todo tipo de informação em qualquer hora e em qualquer lugar, para nos informarmos sobre problemas sociais, políticos e ambientais. Se eu não tivesse um celular na mão, com certeza não seria quem sou hoje e não saberia muito do que sei.

Nossos pais são de uma geração que era limitada de informações e, com certeza, também eles queriam mudar o mundo. Muitos de nós, jovens, no entanto, não temos a mente aberta para entender, aceitar e abordar questões como intolerância religiosa, homofobia, racismo, machismo, depressão. Muitas vezes também praticamos atos incorretos, mesmo sem querer.

Queremos mudanças sociais verdadeiras, mudanças que mudem o mundo de verdade. (Estudante Laura Inchoeste Sganderla Mendes)


***

Devemos manter um equilíbrio entre os conhecimentos virtuais e os conhecimentos da vida real.

O jovem, normalmente, tem o desejo de mudar o mundo. Ele acredita que e o único que pode mudar a sociedade. Isso acontece desde o começo dos tempos, mas está mais acentuado em nossa geração que nasceu com a tecnologia nas suas mãos.

A tecnologia, por sua vez, pode nos livrar da ignorância e da intolerância, pode até ajudar na descoberta de coisas novas e curiosidades. Dependendo do tamanho da influência da tecnologia, o jovem pode se tornar uma pessoa tóxica e enjoativa. Devemos manter um equilíbrio entre os conhecimentos virtuais e os conhecimentos da vida real. (Estudante Vinicius Manfroi)

FOTO DA ESTUDANTE

***

CAIXA DE TEXTO:

Esta prática pedagógica foi realizada em aulas de Filosofia na EMEF Zeferino Demétrio Costi (ZDC) com estudantes do nono ano do Ensino Fundamental. A partir de textos reflexivos sobre a rebeldia como atitude saudável dos jovens e de seus desejos de mudar o mundo, os estudantes fizeram uma construção textual. Estes textos são fragmentos de alguns textos produzidos pelos estudantes, selecionados para esta matéria. Segue matéria completa: https://www.neipies.com/jovens-e-seus-desejos-de-mudar-o-mundo/

 


Leia Também Um Feliz Dia dos Pais Estar esperando Amizade, amor e afetos Maioria da população é favorável às cotas raciais