Eleições 2022: confira o calendário oficial

Compartilhe
Foto: TRE   Foto: TRE  

A partir de primeiro de janeiro uma série de procedimentos e etapas começaram a serem cumpridas em vista das eleições de 2022.

Em outubro deste ano milhões de brasileiros devem ir às urnas com o propósito de escolher seus novos representantes: presidente, governadores, senadores e deputados federais e estaduais.

Conforme calendário oficial do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o primeiro turno das eleições ocorrerá no dia 2 de outubro. O segundo turno acontecerá em 30 de outubro, caso nenhum dos candidatos a presidente e governadores alcancem a maioria dos votos válidos.

Dentre os procedimentos apresentados pelo TSE está o registro das pesquisas eleitorais a partir de primeiro de janeiro, bem como a limitação das despesas dos órgãos públicos com publicidade.

Os comícios, a distribuição de material eleitoral gráfico, tal como propagandas na internet devem acontecer a partir de 16 de agosto. Destaca-se que as peças publicitárias e o horário eleitoral gratuito de rádio e TV ficarão autorizadas entre os dias 26 de agosto e 29 de setembro.

Os candidatos que optarem por mudar de partido devem realizar a troca entre 3 de março e 1 de abril, uma vez que em 2 de abril todos os candidatos devem estar filiados no partido em que pretendem concorrer.

Destaca-se que a data de 2 abril, seis meses anteriores à eleição, é o prazo para os candidatos que ocupam cargos majoritários (presidente e governadores) renunciem aos seus mandatos para que possam concorrer a um cargo distinto dos que ocupam. As candidaturas devem ser registradas até 15 de agosto.

Uma importante data que o eleitor deve ficar atento é 4 de maio, dia de encerramento do prazo para emissão ou transferência do título de eleitor.

O calendário completo pode ser acessado no site do TSE www.tse.jus.br.

Leia Também Câmara de Vereadores sedia audiência pública do Estado sobre segurança pública Definido ato público com Lula no Rio Grande do Sul TSE aprova registro de federação partidária entre PT, PCdoB e PV Deputados do PT entram com ação contra Sergio Moro por prejuízos causados ao país