Em entrevista à Planalto News, advogado de réu da boate Kiss faz criticas à sentença

Compartilhe
Foto: Arquivo Pessoal   Foto: Arquivo Pessoal 

Passado mais de um mês desde que foi proferida a sentença do maior julgamento do estado do Rio Grande do Sul, os advogados dos réus da boate Kiss aguardam pelo julgamento do recurso.

Na manhã de quinta-feira, 13, o advogado de Elissandro Spohr, sócio da boate e condenado a 22 anos e seis meses de prisão, Jader Marques, concedeu entrevista ao programa COMANDO POPULAR na RÁDIO PLANALTO NEWS 92.1 onde fez duras críticas a pena imposta aos réus.

Marques considerou a sentença como absolutamente ilegal. “Nós vamos mostrar que se o júri por um lado erra, por não ter conhecimento jurídico, está provado e comprovado que ter conhecimento jurídico por si só não basta, tanto que nós estamos diante de uma pena absolutamente ilegal, excessiva e tecnicamente incorreta. É uma sentença sofrível, por que ela expressa todo esse sentimento de dor, de mágoa, de angústia, só que por alguém que não poderia fazê-lo.

Sobre o movimento de outros advogados criminalistas que também consideram exagerada a pena, o advogado assim se manifestou. “O que se viu foi um absurdo em termos de sentença aplicada. O que nós vemos agora é que a comunidade jurídica reage, porque percebe algo que nesse processo ficou muito evidente, mas que acontece em vários locais por ai, que é a manipulação dos conceitos especialmente do dolo eventual por alguns promotores de Justiça como forma de atrair para sua atuação uma maior visibilidade”, finaliza.

Leia Também DAER vai pagar multa por atraso em obras de ligação entre aldeias indígenas na RS-324 Chilli Beans reinaugura loja sob nova gestão no Bella Città Shopping Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel Tribunal de Contas realiza Encontro Regional em Passo Fundo