Direção do Grêmio explica retirada do beneficio da refeição no clube para funcionários

Compartilhe

Em um ano de reestruturação financeira no Grêmio surge uma nova determinação: os funcionários do CT Luiz Carvalho, que antes faziam suas refeições no local, agora estão proibidos de comer no refeitório. A medida foi tomada pelo Departamento de Futebol como forma de alcançar uma economia. 

Contudo, os jogadores, equipe técnica, e demais pessoas que trabalhem “o dia inteiro” no Centro de Treinamento, estão liberados para a alimentação, de acordo com Dênis Abrahão, vice de futebol.

Segundo o dirigente, após uma análise, que começou a ser feita ainda em 2021, pode-se observar que havia uma duplicidade no ganho do benefício de alimentação, onde os funcionários ganhavam o cartão/vale refeição e/ou alimentação, e igualmente comiam no local. A gratificação foi racionada para que ocorra de forma única. 

Porém, outra alternativa foi dada, que é pelo cancelamento do cartão, liberando o funcionário para almoçar no CT, mas permanecendo com as outras refeições proibidas, como café da manhã, lanches e jantar – que eram recebidas por todos antes da mudança.

Leia Também Ex-goleiro do Passo Fundo, Matheus Cavichioli passará por procedimento cardíaco Djokovic perde batalha judicial contra a Austrália e será deportado Passo-fundense é eleito árbitro destaque do ano pela Liga Gaúcha de Futsal Novo técnico do Esporte Clube Passo Fundo, Marcelo Caranhato fala à Planalto News