Procrastinação: a arte de deixar para depois

Postado por: Élvis Mognhon

Compartilhe


 

Muitas pessoas vivem o dilema da procrastinação. Deixar para amanhã “o que não precisa fazer hoje”, é a escolha de muitos todos os dias. Saiba você que isso pode gerar efeitos no comportamento e o desenvolvimento de hábitos ruins.

A procrastinação refere-se ao comportamento de adiar tarefas, atividades e compromissos, transferindo-os para outros momentos, que real ou ilusoriamente, parecerão mais oportunos e adequados.

A procrastinação tem afetado cada vez mais às pessoas tornando-se um hábito muito presente na sociedade atual. A pessoa que procrastina muitas vezes sente vergonha e culpa pelo ato, com um aumento significativo da ansiedade e da sensação de incapacidade.

O início da dieta é um dos principais exemplos de procrastinação. É comum ouvir as pessoas dizendo que vão iniciar a dieta e uma vida mais saudável na segunda-feira, na próxima semana, no próximo mês, ano, e assim sucessivamente.

A procrastinação está muito presente nas nossas vidas. Em tempos difíceis tendemos a tomar decisões mais fáceis e que nos exijam menor esforço. Nem sempre é simples escolher pelo caminho mais difícil e árduo, mas muitas vezes é necessário, devido a disciplina implícita nesse processo de escolha. Hábitos avessos à procrastinação podem ajudar muito a ter uma vida mais saudável, feliz e resolutiva, por exemplo. Não deixe para amanhã o que é possível fazer hoje. Simplesmente faça. Quando? Que tal começar agora?

 

** O leitor poderá enviar sugestões, dúvidas, questionamentos sobre o tema para o e-mail: emognhon@gmail.com Para agendar atendimentos clínicos utilizar o WhatsApp (54) 99983 9966.

 

Leia Também O Senhor está próximo És tu o Messias esperado? OS TRÊS OPERÁRIOS RABISCOS SEMANAIS: Rosto de Emanuel!