Drogas: 90% da maconha produzida no Paraguai é enviada para o Brasil

Compartilhe

A 30ª fase da Operação Nova Aliança foi iniciada, nesta semana em território paraguaio. A cooperação internacional com a Polícia Federal faz parte da estratégia do Paraguai no combate ao crime organizado para erradicar a produção de plantios de maconha.

No primeiro dia da missão, policiais federais e homens da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad) identificaram e destruíram 36 hectares de Cannabis na região de Ñu Vera. Isso representa a erradicação de cerca de 108 toneladas de maconha. Mais de mil quilos da droga já pronta já pronta para venda e 14 acampamentos também foram destruídos hoje.*

Helicópteros das duas forças policiais foram utilizados para facilitar o reconhecimento das áreas e o descolamento das tropas.

Essa é a segunda fase da Operação Nova Aliança em 2022. Na primeira, realizada no fim de fevereiro, mais de 850 toneladas foram erradicadas. A participação de autoridades brasileiras nesta missão se dá já que 90% das drogas plantadas no Paraguai são destinadas ao Brasil.

 

 


Leia Também Morre criança que estava em veículo que sofreu acidente entre Caseiros e Ibiraiaras Casal morre em grave acidente na VRS 817 entre Espumoso e Alto Alegre Homem é morto em saída de baile em Tapera Cadáver encontrado no interior do município de Gentil é de mulher desaparecida em Passo Fundo