Prefeitura de Passo Fundo lança projeto de educação ambiental e gestão das águas

Compartilhe

A Prefeitura, em parceria com o Fórum da Agenda 21, Instituto Ambiental Passo Fundo e Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas (Gesp), lançou, nessa quinta-feira (31), mais uma iniciativa com viés educativo que tem como objetivo a proteção do meio ambiente a partir da educação. O projeto de educação ambiental levará a crianças e jovens debates e ações de preservação, conservação e recuperação dos recursos naturais.

O programa de educação ambiental permanente foi apresentado pelo prefeito, Pedro Almeida, no encerramento da Semana da Água. "Esse é mais um projeto que fortalece o olhar da Prefeitura para a preservação do meio ambiente. Investir em educação ambiental é pensar no futuro de todos nós. Por isso, precisamos estabelecer políticas públicas que orientem e direcionem a sociedade", disse.

A secretária de Meio Ambiente, Gabriela Engers, explica como o projeto será implementado. "Na Secretaria de Meio Ambiente e na Sala Futura, serão desenvolvidas atividades com alunos de escolas públicas e privadas. Contaremos com professores de diferentes áreas para trabalhar temáticas. As aulas deverão iniciar neste primeiro semestre e acontecerão mediante agendamento das escolas", enfatizando que os recursos necessários para os encontros serão provenientes do Fundo de Gestão Compartilhada do Saneamento.

Entre as principais frentes do projeto, estão os recursos hídricos. As atividades auxiliarão na construção do Plano Municipal de Gestão das Águas, que buscará colaborar com a conservação do meio ambiente saudável, a qualidade da água para a saúde pública e o bem-estar da população passo-fundense. Durante os encontros, serão coletadas, organizadas e sistematizadas informações que auxiliem no diagnóstico e na elaboração do documento.

Para o presidente do Instituto Ambiental de Passo Fundo, Paulo Cornélio, o projeto representa avanços . "O poder público está em consonância com a sociedade civil trazendo ao meio ambiente políticas públicas. É um momento de convergência e de discussão de dois pontos fundamentais: a preservação ambiental e a formação da sociedade. Passo Fundo é uma região muito importante em recursos hídricos, e quem vai ganhar com isso são todas as pessoas", considerou.

A educação na promoção de um meio ambiente saudável
O secretário de Educação, Adriano Canabarro Teixeira, afirmou que, paralelamente às atividades do projeto, professores e alunos da rede municipal deverão passar por processos de formação que pensem e construam mudanças para o meio ambiente. "Somos uma Cidade Educadora e que trabalha para fortalecer a relação entre as pessoas e o meio em que vivem. Além da formação dos professores, podemos abordar temáticas que envolvem o meio ambiente dentro dos projetos pedagógicos. Do primeiro ao quinto ano, temos o projeto Cidadania Global e, do sexto ao nono, o Pensamento Científico", mencionou.
O secretário executivo da Agenda 21, Ademar Marques, identifica a importância de o meio ambiente ser pauta para as crianças. "Trabalhamos neste projeto e na sua implementação porque acreditamos que as crianças influenciam os adultos e as mudanças", pontuou.
Também participaram do lançamento a presidente do Gesp, Flavia Biondo, o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Cristiam Thans, e o presidente da Câmara de Vereadores, Evandro Meireles.


Leia Também Trabalhos de conscientização sobre a causa animal retornam às escolas Cobra encontrada em via pública no Bairro Cidade Nova Bugio chama atenção ao sentar em viatura da Brigada Militar RS apresentará ações climáticas na COP27 no Egito