Convenções partidárias e o debate do bem comum

Postado por: Janaína Portella

Compartilhe


A legislação eleitoral estabelece a organização de grupos em forma de partidos políticos para fins de habilitar a disputa aos cargos eletivos que ocupam os espaços de administração da coisa pública.

Em razão das eleições que irão ocorrer em outubro desse ano, todos os partidos políticos do país estão realizando suas convenções, para definir seus candidatos para Presidente, Governador, Deputados Estaduais, Federais e para o Senado Federal.

Os partidos políticos, assim como as pessoas que deles participam, e que submetem seus nomes para apreciação e definição de candidaturas, estabelecem os ideais  que irão seguir e quais são suas propostas para a sociedade, em relação às políticas que serão defendidas.

Isso se dá porque com a ocupação de cargos eletivos, as pessoas que os exercem irão dar andamento às ideias que o partido defende, às ideologias, ao direcionamento que entende que deve ser dado às políticas públicas e onde o governo deve investir o dinheiro arrecado dos impostos.

As pessoas que se identificam com as ideias defendidas por determinado partido político, a ele se associam e participam dos debates internos, ocasiões em que serão definidas as pessoas por eles escolhidas, para disputar os cargos eletivos.

Entre os partidos políticos, os debates sobre as ideologias, investimentos, prioridades a serem observadas, costumam muitas vezes serem acirrados e bastante disputados.

Em vista do grande número de necessidades e diferentes ideias e pensamentos, é natural que as pessoas divirjam, o que é muito salutar para a democracia, e que até mesmo teçam severas críticas tanto contra os partidos, quanto contra os que exercem cargos na Administração Pública.

É de suma importância que os partidos políticos, mesmo divergindo entre sí, quanto à escolha dos possíveis elegíveis que irão exercer os cargos de gestão pública, debatam e promovam as reflexões necessárias, e, isso tudo acontece para que um único objetivo seja alcançado: que é o bem comum da sociedade como um todo.

Então, lembremos que as convenções partidárias, a definição de candidatos, o debate político, as ideias, ideologias e as discussões que isso gera, são da natureza da democracia e que a finalidade máxima é de que as condições de vida social melhorem para todos nós.


      Janaína Leite Portella

              Advogada, Professora universitária,

                                  Empresária e Vereadora
      janaina@leiteportellaadvogados.com.br

 

Leia Também Uma presença nova Dona Pureza Presente desejado RABISCOS SEMANAIS: Corporeidade à boa notícia!