Romildo Bolzan desiste de concorrer a governador e fica no Grêmio

Compartilhe
Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 12, Romildo Bolzan Júnior anunciou que continuará na presidência do Grêmio. O dirigente anunciou que não irá mais concorrer ao governador do Rio Grande do Sul, que era de interesse do PDT (Partido Democrático Trabalhista).

A novela sobre a indefinição de Romildo ser ou não o pré-candidato do PDT para concorrer às eleições do Piratini durava alguns meses. Em entrevistas recentes, o mandatário gremista, quando indagado sobre o assunto, não fechava a porta. Pelo contrário, deixava a possibilidade em aberto. Nesta quinta-feira, porém, colocou um ponto final e garantiu permanência no Tricolor.

"Recebi o convite, fizemos uma avaliação e, aqui, eu faço a mea-culpa. Cometi o erro de ter demorado na resposta. Deveria ter encerrado o assunto muito antes", reconheceu o dirigente.

Leia Também Passo Fundo Futsal apresenta novidades no elenco para a disputa do Gauchão SC Gaúcho anuncia dois atacantes para a sequência da Série A2 Série A2: como fica a classificação após a 9ª rodada Passo-fundenses sobem ao pódio no XXII Campeonato Brasileiro de Karate-Dô JKA