Casca: Ari Augusto Cortez é ordenado novo diácono da Arquidiocese

Compartilhe

“Permanecei em meu amor” (Jo 15,9), é o lema que Ari Augusto Cortez escolheu como inspiração para o seu ministério diaconal. Ari foi ordenado diácono por Dom Rodolfo Luís Weber, no dia 14 de maio, na paróquia São Luiz Gonzaga, em Casca.

 

Ari explica que o lema escolhido é um convite feito por Jesus para realizar a missão que Ele nos deixou, pois se estivermos unidos a Ele, ao que Ele nos pede, seremos testemunhas desse amor, gerando vida e alegria. “Isto é para mim o significado da diaconia: servir com amor ao meu irmão”, disse.

Ari que é psicólogo também aparece no secretariado municipal de Casca, como titular da pasta de Educação e Cultura.

Ele ainda comenta “o sentimento é de felicidade por estar concluindo esta etapa e ao mesmo tempo iniciando uma nova missão e gratidão pela oportunidade de estar recebendo Graça. E sobretudo, peço a Deus que eu possa ser fiel nesta missão”.

 

A Arquidiocese de Passo Fundo conta com dez diáconos permanentes e está encaminhando mais um processo de escolha de candidatos, formação teológico-pastoral e discernimento vocacional para futuros diáconos permanentes.

 

Créditos: Amanda Nascimento
Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo

Leia Também Tem início o X Encontro Mundial das Famílias, amor em família, vocação e caminho de santidade Arquidiocese de Passo Fundo lança neste domingo o Diretório sobre a Unção dos Enfermos Cáritas Arquidiocesana recebe homenagem pelos seus 60 anos na Câmara de Vereadores Romaria de Nossa Senhora Aparecida: evento marcado para 9 de outubro em Passo Fundo