Trabalhadores da Codepas votam por estado de greve; definição sobre Coleurb na quarta-feira

Compartilhe
Aconteceu na tarde desta sexta-feira, dia 20, a assembleia dos trabalhadores da Codepas (Companhia de Desenvolvimento de Passo Fundo). Foi analisada a proposta feita pela empresa, a fim de evitar a greve do transporte coletivo.
A assembleia, conduzida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo de Passo Fundo (Sindiurb), teve o seguinte resultado:
- A favor do estado de greve: 54 votos.
- Greve: 25 votos.
- Nenhuma das opções: 27

Sobre a proposta apresentada pela Codepas, 06 votos foram a favor e 100 contrários.  Ainda foram apresentados 4 votos nulos.

De acordo com a direção do Sindiurb, no início da próxima segunda-feira, dia 23, acontecerá no início do dia dos trabalhadores da Codepas, contra ou a favor ao início da greve. Com isso, poderão ocorrer atrasos nas saídas dos ônibus.

Em relação aos trabalhadores da Coleurb, vai se aguardar o encaminhamento com a empresa na quarta-feira, dia 25. A Coleurb convidou o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo de Passo Fundo (Sindiurb) para uma nova reunião na próxima quarta-feira (25/05), às 10h30min, na sede da empresa. A Coleurb manifesta preocupação com os rumos do processo da negociação coletiva 2022/2023 e potencial efeito nocivo na prestação dos serviços à comunidade, ponderando sempre ter estado aberta ao diálogo – postura registrada em ata na reunião de 10 de maio e ratificada na seguinte, no dia 18, na prefeitura municipal, com a presença do Sindiurb. Lembra, ainda, que o acirramento do conflito, com a eventual efetivação da greve, não colabora para a resolução do problema, cuja complexidade formalizada pela empresa já foi exposta nos encontros anteriores. A paralisação das atividades diminuirá a oferta de transporte, afastando ainda mais o usuário dos ônibus para outras alternativas e, assim, aumentando a crise no setor, em um círculo vicioso, prejudicando trabalhadores e empresas.
Por isso, a Coleurb reitera a necessidade da atuação de todos com a sensibilidade que o momento exige, inclusive com o adiamento da paralisação deflagrada. Há total disponibilidade para a conversa desde que não haja ruptura, razão pela qual a realização do encontro proposto está condicionada à suspensão do início da paralisação.

Leia Também APAE comemora 55 anos com atividade nas ruas de Passo Fundo Prefeitura de Passo Fundo já emitiu 6,3 mil alvarás on-line Com foco no empreendedorismo e criação de emprego, inicia hoje a Semana de Desenvolvimento Econômico em Passo Fundo APAE de Passo Fundo comemora 55 anos nesta terça-feira