Equipe de ESF entra em ação para socorrer criança engasgada no Valinhos em Passo Fundo

Compartilhe
Um fato marcante e de heroísmo ocorreu nesta quinta-feira (23), mobilizando a equipe da ESF do Bairro Valinhos, em Passo Fundo. A  agente comunitária de saúde Cristiane dos Santos Dias ouviu gritos que pediam socorro em meio a latidos de cachorros e , pensando ser uma criança sendo atacada por animais, ela e sua colega Itelvina Ana Tessari prontamente se dispuseram a ir socorrê-la.
Para tornar o deslocamento mais rápido, fizeram uso do carro pessoal de uma delas. Chegando ao local se depararam com um grande número de pessoas ao redor de uma criança de aproximadamente um ano de idade, que estava desacordada e demostrava sinais de engasgo. Segundo os familiares, o engasgo teria sido com leite, e de imediato as agentes iniciaram os primeiros socorros. Junto da mãe foram de carro até a unidade e rapidamente a equipe de enfermagem prestou os primeiros socorros. Prestou, então, o apoio o técnico de  Enfermagem Elizeu Moura, que realizou a manobra de Heimlich pediátrica, enquanto a recepcionista Taiane Cristina Moraes rapidamente acionou os bombeiros. Por sua vez, a auxiliar de saúde bucal Claudia Sartori e a equipe atenderam os familiares dando suporte emocional no momento tão delicado.
Todos saudaram a rapidez dos bombeiros, que levaram menos de cinco minutos para chegar até a unidade. Depois desse primeiro atendimento, a criança foi levada e atendida prontamente pela equipe do Pronto Atendimento Pediátrico - PAP. 

A enfermeira Simone Perlin envia a seguinte mensagem para o fato:
"Gostaria de tornar esse fato público e por meio disso homenagear a equipe envolvida, pois demostraram forte fibra moral e senso de dever com a comunidade, além de mostrar mais uma vez a importância das unidades de saúde, principalmente nas áreas mais afastadas do centro. 

A ESF Valinhos geralmente é reconhecida por “nunca ter médico”, e sim nesse dia em especial estávamos novamente sem médico, mas isso não impediu e nem impede que a equipe seja uma ferramenta de ação e de mudança na vida dessa comunidade. 

Vivemos um momento sensível, que nós profissionais da saúde somos agredidos e desrespeitados pelos nossos próprios pacientes, diante disso vejo como de externa importância divulgar e distribuir as coisas boas que fazemos, porque geralmente o que é noticiado são os fatos negativos, enquanto o bem e o trabalho espetacular que todos os profissionais da saúde prestam no dia a dia fica esquecido".

Leia Também Vacinação contra a gripe passa a ser oferecida para crianças a partir de 6 meses de idade Hospital São Vicente de Paulo celebra 104 anos nesta sexta-feira Prefeito anuncia o acesso prioritário de gestantes acompanhadas pelo Meu Bebê, Meu Tesouro a cursos profissionalizantes Secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, visita a nova estrutura do Hospital Municipal