Prefeito anuncia o acesso prioritário de gestantes acompanhadas pelo Meu Bebê, Meu Tesouro a cursos profissionalizantes

Compartilhe
Foto: Michel Sanderi/PMPF   Foto: Michel Sanderi/PMPF 

Nessa quinta-feira (23), foi realizado mais um encontro para as gestantes acompanhadas pela Prefeitura a partir do programa Meu Bebê, Meu Tesouro, em Passo Fundo. Além das orientações sobre os cuidados com os bebês e da entrega dos kits de enxoval, elas receberam a novidade de mais uma ação importante: as mulheres que passaram pelo programa também terão acesso prioritário a cursos profissionalizantes na Escola das Profissões.

O prefeito, Pedro Almeida, explica que a Escola das Profissões é um novo projeto do Município e vai oferecer mais de 100 cursos gratuitos. “A Escola das Profissões ainda será lançada pela Prefeitura. A previsão é que isso aconteça no segundo semestre do ano. E queremos aproveitar para adiantar aqui, no Meu Bebê, Meu Tesouro, que as mulheres que passaram pelo programa terão essa oportunidade facilitada de terem uma profissão”, afirmou.

A notícia gerou expectativas para Regina Monteiro, de 27 anos, que está à espera do Valentim. Grávida de 35 semanas, ela considera que a profissionalização garante a independência financeira das mulheres e um futuro melhor para as crianças. “Com certeza, essa é uma grande oportunidade para todas as gestantes que estão aqui. É ótimo ver cada vez mais mulheres se capacitando e sendo empregadas”, disse.


Mais saúde para as mulheres e as crianças
Regina realiza o pré-natal na Estratégia de Saúde da Família (ESF) Caic Edu Azambuja. Ela destacou como o programa Meu Bebê, Meu Tesouro tem feito a diferença para ela e para o Valentim. "É um programa maravilhoso. Eu fiz todos os exames, inclusive, o morfológico, que é caríssimo e foi arcado pela Prefeitura. Só tenho a agradecer pelo acolhimento que recebo na minha unidade de saúde com a gerente Lisenia, a enfermeira Juliana, a recepcionista Jéssica e o técnico em Enfermagem Gilmar. Todos cuidam de mim e do bebê com muito carinho", contou.

O Meu Bebê, Meu Tesouro atende, por intermédio das unidades de saúde, gestantes que realizam o pré-natal pelo SUS e apresentam algum fator de risco. Elas recebem atendimentos durante a gestação e o primeiro ano de vida do bebê.

O programa também oferece encontros mensais para orientações em relação à gravidez, amamentação e cuidados com o bebê, consultas, exames, visitas domiciliares e demais atendimentos necessários em cada caso. Além disso, disponibiliza às mães um kit de enxoval para o bebê com vários itens, salão de beleza e fotografia artística no Dia da Gestante, transporte na saída da maternidade para o domicílio e cestas básicas durante três meses após o nascimento.

De acordo com a secretária de Saúde, Cristine Pilati, a iniciativa tem como principal objetivo a redução da taxa de mortalidade infantil. “O programa é voltado ao fortalecimento dos laços profundos do binômio mãe e filho, atendendo gestantes em vulnerabilidade e impactando diretamente na redução na mortalidade. A mortalidade infantil é um dos principais problemas enfrentados no Brasil e a solução está em implantar políticas públicas efetivas, ampliando e fortalecendo a rede primária de saúde”, avaliou.

Leia Também Fim do tratamento oncológico infantojuvenil: três pacientes tocam o Sino da Vida no HSVP Sobre Varíola dos Macacos, infectologista alerta: “neste momento não há razões para pânico” Hospital de Clínicas de Passo Fundo lança Centro Regional de Cirurgia Robótica RS chega a 29 casos de varíola do macaco