MP-SP apura violação de sigilo profissional de enfermeira que ameaçou e vazou dados de Klara Castanho

Compartilhe
Reprodução   Reprodução 
O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) informou nesta segunda-feira (27) que está apurando a violação de sigilo profissional de enfermeira que ameaçou e vazou dados da atriz Klara Castanho. As investigações correrão em sigilo.

No sábado (25), a atriz de 21 anos, publicou um relato em suas redes sociais e revelou que foi estuprada, engravidou e decidiu entregar o bebê diretamente para adoção.

A Promotoria de Justiça da Infância e de Santo André informou que todo o procedimento de entrega do recém-nascido para adoção seguiu integralmente o trâmite previsto no Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

A presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Maria dos Santos, disse nesta segunda-feira (27) que a enfermeira responsável por ameaçar Klara e vazar os dados pessoais da artista poderá perder o registro profissional.

Tanto o Conselho Federal quanto o Regional de Enfermagem apuram a denúncia da atriz, de que uma enfermeira teria a abordado e ameaçado divulgar para a imprensa informações sobre a entrega para adoção de bebê fruto de um estupro.

No domingo (26), em comunicado, o Cofen manifestou "profunda solidariedade à atriz Klara Castanho, que, após ser vítima de violência sexual, teve o seu direito à privacidade violado, durante processo de entrega voluntária para adoção, conforme assegura o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)".

Informou também que, diante dos fatos, determinou a apuração da ocorrência e "tomará todas as providências que lhe couber para a identificação dos responsáveis pelo vazamento de informações sigilosas pertinentes ao caso".

Fonte: G1 / GloboNews

Leia Também TCU condena Janot, Dalagnol e ex-chefe do MPF por contas da Lava Jato Familiares e amigos lamentam morte de jovem de 21 anos em acidente na ERS-324 em Passo Fundo Pelo Brasil: cadela vira 'policial civil canina' após ser adotada em delegacia Filhos de Gio Ewbank e Gagliasso sofrem racismo em Portugal e atriz discute com mulher: "Racista nojenta"