TSE autoriza o uso das Forças Armadas nas Eleições de 2022

Compartilhe

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou o envio da Força Federal para reforçar a segurança durante o primeiro turno das Eleições 2022, no próximo dia 02 de outubro, em 11 estados. Ao todo, 561 localidades devem receber a defesa. A decisão é do presidente do TSE, ministro Alexandre de Morais, e deve ser ratificada pelo Plenário do Tribunal.

O órgão atendeu a pedidos dos TREs do Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Piauí e Tocantins. Entre as solicitações estão apoio logístico, inclusive em terras indígenas.

A Força Federal vai atuar em 97 localidades do Maranhão e 167 municípios do Rio de Janeiro, além de  outros estados. 

Previsão legal

Os estados podem requerer o auxílio das Forças Federais com base no artigo 23, inciso XIV, do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965). Segundo o texto, cabe privativamente ao TSE “requisitar Força Federal necessária ao cumprimento da lei, de suas próprias decisões ou das decisões dos tribunais regionais que o solicitarem, e para garantir a votação e a apuração”.

De acordo com a regra, o TSE pode requisitar o apoio para garantir o livre exercício do voto, a normalidade da votação e da apuração dos resultados. Para isso, os Tribunais Regionais Eleitorais de cada estado, com consentimento das Secretarias de Segurança Pública estaduais, devem encaminhar o pedido indicando as localidades e justificando a necessidade de reforço na segurança.

Após aprovação do TSE, os pedidos são encaminhados ao Ministério da Defesa, responsável pelo planejamento e execução das ações empreendidas pelas Forças Armadas.

(Foto: Jose Fernando Ogura/Getty Images)

Leia Também Portugal goleia Suíça e se classifica para as quartas de final Argentina: Cristina Kirchner é condenada a 6 anos de prisão Departamento Aeroportuário realiza reunião com companhias aéreas para migração definitiva ao novo terminal do aeroporto Lauro Kortz Prefeitura de Nova York contrata exterminador de ratos, com salário de US$ 170 mil