No Dia da Árvore, alunos avaliam o crescimento de árvores nativas plantadas há um ano

Compartilhe
Há exatamente um ano, no Dia da Árvore, alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Arlindo de Souza Mattos plantaram 10 mudas nativas. Durante todo esse período, eles cuidaram e acompanharam o desenvolvimento das árvores e, nesta quarta-feira (21), aproveitaram a data para refletir sobre o resultado.

A turma do segundo ano plantou uma quaresmeira e gostou de observar o seu crescimento. O João Lucas, de sete anos, ficou surpreso. “Já faz um ano?!  Como ela está desse tamanho”, perguntava aos colegas sobre a árvore, que é de pequeno a médio porte e conhecida pelas suas flores de coloração roxa.

Para a coordenadora pedagógica da escola, Rafaella Dilda, essas atividades são essenciais para que as crianças aprendam a respeitar o meio ambiente. “Nós somos educadores, e educar vai além da alfabetização e dos conteúdos curriculares. Aqui, investimos tempo para educar os alunos para o cuidado com o meio ambiente, para a sustentabilidade. Educamos para que eles vivam o mundo”, afirmou, enfatizando que a instituição também conta com horta e que cada turma é responsável pelo seu canteiro.

O plantio foi promovido pela Secretaria de Meio Ambiente. Para a secretária da pasta, Gabriela Engers, ações como essa são um estímulo para que as crianças desenvolvam a conscientização e as práticas de preservação. “As árvores desempenham importantes funções ambientais, tais como fornecimento de oxigênio, purificação do ar, estabilização da temperatura, alimentação para pássaros e outros animais, além do paisagismo e do acréscimo à qualidade de vida, o que é explicado para as crianças antes da realização do plantio. Assim, esse tipo de ação faz com que as crianças sintam orgulho de ver uma árvore que elas mesmo ajudaram plantar e, principalmente, ensina a elas que todos nós precisamos adotar práticas sustentáveis para a preservação do meio ambiente”, destaca.


Viveiro Municipal Chico Mendes

As mudas levadas à EMEF Arlindo de Souza Mattos e a outras escolas, ornamentais e frutíferas, foram retiradas do Viveiro Municipal Chico Mendes, administrado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente. O espaço possui diversas mudas de árvores nativas para doação à comunidade. Além das frutíferas, estão plantas como o ipê-amarelo e a pata de vaca.

As mudas do viveiro são oriundas de doações e processos de compensações ambientais. Neste ano, foram doadas para a comunidade mais de 1.100 exemplares nativos, mediante autorização emitida pela Secretaria de Meio Ambiente. “As mudas podem ser adquiridas pela comunidade a fim de que sejam plantadas em diversos locais, como nas próprias residências. Somado a isso, o Município mantém ações contínuas de plantio em espaços públicos como escolas, praças e Áreas de Proteção Permanentes utilizando as mudas do Viveiro Municipal”, menciona a secretária.

O viveiro está localizado na Rua Guilherme Boor, 196, Bairro São José. Quem tiver interesse em obter mudas poderá solicitar a doação pelo telefone 54 3317-2529.


Leia Também Trabalhos de conscientização sobre a causa animal retornam às escolas Cobra encontrada em via pública no Bairro Cidade Nova Bugio chama atenção ao sentar em viatura da Brigada Militar RS apresentará ações climáticas na COP27 no Egito