Novembro Azul: urologista orienta sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata

Compartilhe

O câncer de próstata está entre as doenças  mais comuns entre os homens com mais de 50 anos. Neste ano, o Instituto Nacional de Câncer prevê mais de 65 mil novos casos diagnosticados no Brasil, com mais de 15 mortes.

Para isso, há a campanha de incentivo ao exame preventivo no período, no chamado Novembro Azul. O urologista Mário Franciosi, integrante do Corpo Clínico do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) participou do programa Comando Popular, com Cristian Queiroz, na Rádio Planalto News, quando apresentou detalhes sobre a importância da prevenção.

Muitas vezes,  o público masculino acaba deixando de lado alguns cuidados básicos que fazem toda a diferença para o bem-estar.  A Campanha Novembro Azul deste ano tem como tema “Saúde também é papo de homem”.

Ressalta dr. Mário Franciosi  que a recomendação é que homens, sem doenças relacionadas com a próstata, façam a partir dos 50 anos uma consulta com o urologista. Homens negros ou com histórico familiar precisam começar essa rotina de consulta antes, a partir dos 45 anos, já que são grupo de risco. 

O câncer de próstata é silencioso, sem sintomas. Então, nessa consulta de rotina, o médico consegue fazer o diagnóstico precoce, proporcionando o tratamento em fase inicial, aumentando as chances de cura de 90%”.


Leia Também Dezembro Laranja: exames dermatológicos gratuitos serão realizados em Passo Fundo Passo Fundo terá nesta quinta-feira Dia D de Conscientização sobre o HIV/Aids Rede de saúde de Carazinho adere à campanha do Simers Violência NÃO! Saúde em debate: médico passo-fundense realiza aperfeiçoamento no exterior