Batalhão Ambiental prende máquinas da Secretária de Obras de Marau após flagrar mineração irregular

Compartilhe

O 3° Batalhão Ambiental flagrou na tarde desta quinta-feira (24), a retirada irregular de cascalho e a destruição de mata nativa na localidade de Carreta Quebrada, interior de Marau.

Conforme a ocorrência policial, a equipe do 1° Grupo Ambiental, constatou a destruição de floresta ombrófila mista pertence ao bioma mata atlântica estágio avançado de regeneração natural atingindo as seguintes espécies: Pinheiro araucária, timbó, canela, angico, camboatá.

No momento em que os polícias chegaram ao local, uma escavadeira hidráulica e um caminhão caçamba da Prefeitura Municipal de Marau realizavam a extração de pedra, moledo/cascalho, utilizados para as estradas.

No local, um representante do município afirmou que o município não possuía licença para a realização da mineração.

As máquinas foram apreendidas, e um termo de fiel depositário foi lavrado a Prefeitura Municipal de Marau onde serão locados junto ao pátio da prefeitura até que a autoridade competente se manifeste.

Na área degradada, a Prefeitura Municipal de Marau deverá providenciar as licenças regulamentares para que possa realizar a remoção do cascalho.

A área degradada é de 0,6 hectares.

Foto: Comunicação Social 3° Batalhão Ambiental da Brigada Militar 

Leia Também Colisão envolvendo três veículos com danos de grande monta é registrado na ERS-324 Brigada Militar prende homem por descumprimento de medida protetiva de urgência Casal fica preso às ferragens após carro sair da pista na BR-285 na Comunidade de Rincão da Esperança Homem em surto é detido após tentar matar a mãe em Soledade