E. C. Passo Fundo e suas estreias fora de casa pelo Gauchão

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos internautas!

O Esporte Clube Passo Fundo fará o seu primeiro jogo no Campeonato Gaúcho de 2015 longe da torcida. Bem longe, por sinal, em Rio Grande, diante do São Paulo, no primeiro dia de fevereiro.

Contra esse adversário no Estádio Aldo Dapuzzo será a segunda estreia de competição. A primeira delas ocorreu há 22 anos. Em 1992, perdeu por 2x1.

Começar jogando fora de casa tem sido comum para a história do clube.  Na primeira participação na Série A, em 1987, o time teve que encarar o Internacional em pleno Estádio Beira-Rio. O tricolor foi vencido pelo marcador de 2x0, com gols de Amarildo e Bandeira.  A primeira vez que estreou em casa foi no ano seguinte, em 1988, perdendo por 1x0, tendo Amarildo feito de cabeça, com o goleiro Júlio César não saindo da meta para interceptar o cruzamento.

O Passo Fundo não possui um currículo de bons inícios longe de seus torcedores. Geralmente não se dá bem. O oposto foi em 1989, quando foi a Santa Maria e ganhou do Inter-SM por 2x1 no Estádio Presidente Vargas.  Os gols foram anotados por Bira e Claudio Freitas.  O time chegou  a estar vendo por 2x0 no primeiro tempo e só sofreu gol nos acréscimos, com Paulo Henrique (mais tarde treinador do próprio tricolor do Planalto Médio).  Foi um começo animador, que culminou com uma campanha espetacular, chegando às finais do Gauchão.

Nem sempre uma estreia ruim representa que tudo está perdido. Em 2000, o Passo Fundo sofreu goleada de 5x1 em Venâncio Aires. Reagiu e acabou eliminando o mesmo Guarani na fase final de classificação com 2x1 no Vermelhão da Serra. Sob o comando do técnico Juarez Vilela, o nosso representante chegou ao hexagonal final da disputa.

O clube caiu duas vezes e voltou. Na retomada de Série A em 1999, ganhou de 2x1 do Brasil de Pelotas, no Vermelhão da Serra. Os gols foram marcados por Júnior e Paulinho. Em 2013, estreou contra o Internacional, em Canoas, e empatou por 1x1. João Paulo anotou o gol tricolor, empatando. Maurides havia feito 1x0 para o time da capital.


Em 2014, na última participação, novamente o Passo Fundo começou jogando fora. E empatou em 0x0 com o Lajeadense, no Estádio Alviazul, revivendo as emoções da final do ano anterior na Copa Serrana.

Podemos esperar um jogo bastante difícil em 2015 contra o São Paulo, incentivado pela sua grande torcida. Será o início da disputa que foi o fechamento deste ano. O Passo Fundo ganhou no Vermelhão da Serra por 3x1, com gols de Ediglê e Hyantony (2) e só não disputou as quartas de final pelas questões jurídicas. Mais tarde, foi vencedor no STJD e não houve mais tempo para jogar.

Até a próxima. Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito Transporte coletivo entre boatos e incertezas