Câmara concede título de Vereador Emérito a Décio Ramos de Lima

Compartilhe
Foto: Comunicação Digital/CMPF   Foto: Comunicação Digital/CMPF 
A Câmara Municipal de Vereadores realizou na noite desta quarta-feira (30) uma Sessão Solene para prestar homenagem ao ex-vereador Décio Ramos de Lima, através da concessão da distinção de Vereador Emérito do Município de Passo Fundo. Este título foi instituído pelo Poder Legislativo de Passo Fundo com o objetivo de reconhecer os vereadores que contribuíram para o desenvolvimento do Município, através do exercício da função legislativa.

A solenidade foi realizada no Plenário Sete de Agosto, coordenada pelo 1º secretário, vereador Indiomar dos Santos (Solidariedade), que compôs a Mesa Oficial ao lado do representante do Executivo Municipal, o Secretário de Transparência e Relações Institucionais, Édison Machado, e do homenageado, Décio Ramos de Lima.

Abrindo a cerimônia, Indiomar recordou que a proposta foi uma iniciativa da Mesa Diretora do ano de 2016, aprovada por unanimidade, pelos demais parlamentares que integravam a 16ª Legislatura, salientando que “Décio Ramos de Lima é merecedor da honraria por sua atuação importante na história deste Parlamento, como um político sério, por seu estreito relacionamento com a comunidade passo-fundense e pelo empenho na busca de soluções para as demandas da população”, enfatizou.

Ocupando a tribuna, em nome do Legislativo, a vereadora Regina Costa dos Santos (PDT) relembrou a trajetória política e profissional do homenageado, relatando algumas passagens marcantes de sua história. Salientou que o título de Vereador Emérito é o reconhecimento da trajetória de Décio Ramos de Lima, “exaltando sua brilhante vida pública, já que nosso Vereador Emérito tem um legado de honestidade e resultados junto à comunidade de Passo Fundo, onde a humildade, simplicidade e solidariedade deixaram marcas por onde passou”, afirmou. Regina ainda destacou que “Décio fez da política partidária um instrumento para ajudar as pessoas, contribuir no desenvolvimento do nosso município, tendo como pilar a solidariedade e a fraternidade, e com certeza o título de Vereador Emérito materializa o agradecimento da cidade de Passo Fundo pelos serviços, doação e compromisso com a nossa gente”, complementou Regina.

Para eternizar a homenagem, os vereadores e autoridades presentes entregaram ao agraciado a medalha de "Vereador Emérito" e descerraram o quadro com sua fotografia junto a “Galeria do Vereador Emérito", no hall de entrada da Câmara Municipal. 

Logo após receber a honraria, Décio Ramos de Lima ocupou a tribuna, oportunidade em que também relembrou sua trajetória, especialmente como servidor público, onde foi eleito o primeiro presidente da Associação dos Funcionários Municipais, ocupando o cargo por 10 anos, tendo sido eleito por cinco vezes consecutivas, transformando a mesma em Sindicato. Décio também resgatou seu trabalho como vereador, “onde ajudei a elaborar a Lei Orgânica do Município, participei da comissão temática que tratava das questões do funcionalismo público, do regime único dos funcionários, onde participamos da criação do IPASSO, enfim, foi uma trajetória que possibilitou trabalhar numa área que eu já conhecia, com uma grande responsabilidade e que me deu um prazer enorme em poder contribuir”, afirmou.

O homenageado ainda destacou seu trabalho junto a instituição vicentina, o que lhe possibilitou presidir o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP). “Ser presidente de uma instituição do porte do HSVP, uma das maiores instituições de saúde do Estado, que é orgulho para os passo-fundenses, é uma honra para qualquer pessoa e para mim, com toda a humildade que sempre andou junto comigo, é uma satisfação e um orgulho ainda maior e, por isso, procurei corresponder da melhor forma possível”, ressaltou.

Décio agradeceu a Câmara de Vereadores e destacou a honra por estar recebendo a homenagem “porque quando a gente entra na política, entra com vontade de fazer cada vez mais e eu procurei fazer o melhor possível, e quando a carreira política termina, receber um título como esse é uma honra para qualquer cidadão, algo que vai marcar a minha história”, salientou, dedicando a honraria, também, a memória do seu pai “pois foi com o meu pai que iniciei minha vida pública, então, dedico a ele e deixo esse legado para minha família, através da minha esposa, filhos e netos, finalizou.

Sobre o Vereador Emérito Décio Ramos de Lima
Funcionário público municipal, líder de entidades e ex-vereador, Décio Ramos de Lima foi parlamentar por três mandatos e suplente por outros dois, além de ter sido presidente da Câmara por dois anos e ter presidido, por um período considerável, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP).

Sua trajetória profissional se estabilizou quando se qualificou para exercer o cargo de funcionário público municipal. A partir de então, Décio passou a se envolver gradativamente com a vida pública de Passo Fundo e conquistando credibilidade junto à comunidade.

Como consequência, entrou na vida política e veio a se candidatar a vereador pela primeira vez nas eleições municipais de 1982 pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), oportunidade em que ficou como suplente. Voltou a se candidatar em 1988, novamente pelo PMDB, quando foi eleito para seu primeiro mandato como vereador em Passo Fundo. Na 10ª Legislatura (1989-1992), ele teve atuação destacada em comissões e no atendimento à comunidade. Décio retornou ao parlamento na 11ª Legislatura (1993-1996), quando obteve grande protagonismo na reivindicação de demandas da comunidade e na atuação interna, bem como zelar pelas suas bandeiras de campanha. Nas eleições municipais de 1996, Décio concorreu novamente pelo PDT, mas ficou como suplente. Voltou a conquistar uma cadeira no parlamento, pela terceira vez, na 13ª Legislatura (2001-2004), seguindo com protagonismo junto ao Legislativo. No primeiro biênio, ele foi presidente da Comissão de Ética da Casa. Logo, foi eleito presidente da Câmara para o segundo biênio desta legislatura e foi o mandatário entre 1º de janeiro de 2003 e 31 de dezembro de 2004. Uma das leis aprovadas e sancionadas em seu período como presidente foi a que trata da nova delimitação territorial dos setores demográficos e que dispõe da criação de novos bairros no município, legislação essa que segue como referência atualmente.

Paralelamente, Décio também se destacou como figura de liderança junto à categoria dos servidores, a ponto de ser nomeado para instalar o primeiro processo eleitoral do Sindicato dos Servidores Municipais de Passo Fundo (Simpasso) como primeiro presidente, em janeiro de 1989.

Também, no início da década de 1990, Décio passou a integrar a instituição vicentina que congrega o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), fazendo parte do conselho desta. Entre 2003 e 2006 atuou como vice-presidente do HSVP e, logo, na gestão 2006-2009, foi eleito presidente do Hospital, permanecendo no comando da instituição até 2018, ano de seu centenário.

Após isso, Décio se retirou da presidência, seguindo como membro conselheiro e contribuindo para a instituição. Décio Ramos de Lima também construiu uma trajetória marcada por amplo engajamento às principais demandas da comunidade e de liderança junto à categoria dos servidores municipais. Além disso, conquistou amplo respaldo da comunidade em seu tempo na vida pública.

Leia Também Mesa Diretora da Assembleia Legislativa toma posse na próxima terça-feira Deputado gaúcho apresenta pedido de impeachment de Lula Nharam assume a presidência da Câmara Cúpula da Celac termina com destaque para volta do Brasil ao bloco