Colégio Estadual Joaquim Fagundes dos Reis encerra o projeto “No bolso de minha bombacha não cabe drogas”

Compartilhe

A intervenção cultural acontece às 10h da manhã e contará com a participação dos alunos de ensino médio e fundamental Nesta quarta-feira (07), às 10h, o Colégio Estadual Joaquim Fagundes dos Reis, de Passo Fundo, será palco da última apresentação do projeto “No bolso de minha bombacha não cabe drogas”.

 A fim de rememorar as tradições gaúchas, o grupo nativista Clóvis Mendes e os Balseiros já levou o projeto “No bolso de minha bombacha não cabe drogas” para quatorze escolas e dois centros culturais da região Norte do Estado. A iniciativa, a qual possui financiamento do PRÓ-CULTURA, se encaminha nesta manhã de quarta-feira para sua 20º apresentação.

Nela, jovens da rede pública de ensino médio e fundamental conhecem mais sobre as tradições do povo gaúcho através de músicas nativistas e contação de histórias, como é o caso da mala de garupa, tosa a martelo e o livro ‘Queres ler?’, entre outros. Somado a isso, o projeto traz poesias declamadas pelo jornalista Paulo Ricardo Fuchina dos Santos, além da conscientização sobre o uso das drogas e a prevenção de acidentes de trânsito.

Conforme esclarece o cantor e compositor Clóvis Mendes, a ação é o resumo de muitos anos de trabalho com a cultura gaúcha, com os palcos dos festivais e a convivência com o movimento do nativismo. “Retratamos inúmeros temas dentro do projeto, tais como a família, a amizade, o homem do campo, o êxodo rural, o amor pela querência. Além de clássicos do cancioneiro gaúcho e músicas de minha autoria compostas especialmente para a iniciativa – ‘Pedido de um filho’ e ‘No bolso de minha bombacha não cabe drogas’”, destaca Mendes. O artista também enfatiza que está muito feliz com a execução do projeto e a tudo que ele está atribuído, bem como, deseja que este siga em um futuro próximo. “Os jovens entendem a mensagem que queremos passar, eles se doam nessa hora que estamos no palco.

Os diretores e professores das escolas tem nos dado aquele aval dizendo que não tinham dimensão do que seria, lhes surpreendendo positivamente”, detalha. Ao todo nove municípios foram contemplados, sendo eles: Passo Fundo, Erechim, Marau, Tapejara, Nonoai, Carazinho, São José do Ouro, Machadinho e Maximiliano de Almeida.

Leia Também Prefeitura abrirá inscrições para 37 cursos da Escola das Profissões na segunda-feira Prefeitura apresenta projeto do Parque Linear da Avenida Brasil Luto na comunidade: faleceu professor Acyoli Rösing Escola das Profissões: Prefeitura abre inscrições para curso na área da Indústria