Prefeitura de Passo Fundo abrirá o Ecoponto Municipal no próximo sábado

Compartilhe

A Prefeitura informou que o Ecoponto Municipal terá uma mudança no funcionamento e abrirá neste sábado, 28 de janeiro, das 8h às 11h30. O objetivo é facilitar o acesso por parte das pessoas que não conseguem ir até o local durante o horário habitual, de segunda a sexta-feira.
A secretária de Meio Ambiente, Gabriela Engers, explica que a medida será novamente adotada em virtude da grande procura registrada em dezembro de 2022, quando a Prefeitura abriu a unidade em dois sábados. “Em dezembro, abrimos Ecoponto em dois sábados para avaliar a procura da população pelo local e recebemos mais de 1.200 kg de resíduos. Considerando a boa avaliação por parte da comunidade, o prefeito Pedro Almeida determinou que a estratégia seja repetida”, afirma.
No espaço, menciona a secretária, podem ser descartados restos secos da construção civil, sobras de poda e jardinagem e móveis, respeitando o limite diário de 0,3 m³, além de óleo de cozinha, eletrônicos, além de recicláveis. “O ecoponto está disponível para pequenos geradores efetuarem o descarte de resíduos que não podem ser depositados nas lixeiras domésticas espalhadas no perímetro urbano ou nos locais já existentes para descarte de diferentes tipos de materiais”, pontua.
O Ecoponto Municipal fica na Rua Eduardo de Brito, esquina com a Rua Jacinto Vila Nova, no Bairro Annes, junto à Fábrica de Tubos da Prefeitura.

Aumento da procura
Projetado para receber resíduos volumosos, o Ecoponto Municipal foi inaugurado em janeiro de 2021. No mesmo ano, foram depositadas no espaço 89 toneladas de materiais. O número cresceu em 2022 e, entre janeiro e novembro, chegou a 110 toneladas. O local atende a uma das metas do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, atribuindo mais uma possibilidade de descarte e evitando que materiais sejam depositados incorretamente na natureza e tragam prejuízos ambientais.
Após serem descartados no ecoponto, os resíduos são destinados para locais adequados. Materiais como papelão, plástico e óleo de cozinha são retirados por cooperativas de reciclagem, contribuindo com a renda dos cooperados. Já os restos de construção civil, galhos e móveis irão para a empresa contratada pelo Município, que realiza o descarte correto.

Leia Também Prefeitura abrirá inscrições para 37 cursos da Escola das Profissões na segunda-feira Prefeitura apresenta projeto do Parque Linear da Avenida Brasil Luto na comunidade: faleceu professor Acyoli Rösing Escola das Profissões: Prefeitura abre inscrições para curso na área da Indústria