FAB não tem prazo para concluir investigação sobre queda de avião em Barcelos

Os 14 corpos chegaram neste domingo (17)

 18/09/2023 - 07:53hrs
Compartilhe
Foto: Reprodução   Foto: Reprodução 
A investigação sobre a queda do avião, modelo Embraer EMB-110P1, conhecido como Bandeirante e matrícula PT-SOG na tarde deste sábado (16) em Barcelos (a 399 quilômetros de Manaus) não terá prazo para conclusão. Quatorze pessoas morreram e os corpos chegaram na capital na tarde deste domingo (17).

A informação foi confirmada pelo major-brigadeiro do ar David Almeida Alcoforado, titular do Sétimo Comando Aéreo Regional (VII Comar), em coletiva de imprensa hoje (17) após o desembarque dos corpos.  A apuração sobre as causas do acidente está a cargo da Força Aérea Brasileira (FAB).

“O relatório de acidentes da aeronáutica não tem um prazo previsto, tendo em vista que demanda análise de diversos fatores, desde funcionamento da aeronave até as condições climáticas, situação do caso fatídico. Então, não há um prazo específico, porém, todos os dados utilitários foram levantados e enviamos uma equipe com cinco oficiais altamente experientes nesse tipo de acidente”, disse ele.

Na manhã deste domingo (17), investigadores do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VII) foram enviados a Barcelos para as apurações iniciais do desastre.

Eles retornaram ao fim da tarde, junto com a equipe do Governo do Amazonas que foi ao município para auxiliar no translado dos corpos. A Polícia Civil, que irá investigar em paralelo se houve algum crime no acidente, também enviou profissionais para o município.

“Foi enviada uma equipe com delegado, investigadores e escrivão para que façam todo o levantamento, para que a gente consiga chegar na elucidação, se houve algum tipo de atentado ao transporte aéreo, se houve dolo ou culpa, negligência, imprudência, então tudo será verificado”, ressaltou o delegado-geral adjunto da Polícia Civil do Amazonas, Guilherme Torres.

Embora as investigações ainda estejam ocorrendo, já se sabe que o município enfrentava uma forte chuva e ventania no momento em que o avião ia pousar. O prefeito do município, Edson Mendes, afirmou que a pista tinha autorização da Agência Nacional de Aviação (Anac), embora esteja suspensa para grandes aeronaves.

O aeroporto já estava com revitalização prevista para iniciar em 25 de setembro. Após a queda do avião, na tarde de sábado (16), Mendes esteve reunido no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado na avenida André Araújo, bairro Aleixo, com agentes da força de segurança para montar um Gabinente de Crise.

“Recentemente houve um embargo para grandes aviões e por força disso o governo do estado estava iniciando ali as tratativas, mobilizando as obras para melhorar o pavimento do aeroporto. Mas, de toda forma, o aeroporto de Barcelos está com todas as condições previstas em lei adequadas para receber pousos do porte do avião que sofreu o acidente”, ressaltou o gestor ainda ontem.

Liberação dos corpos
No fim da tarde deste domingo, os 14 corpos foram enviados para o Instituto Médico Legal (IML) para os devidos procedimentos de perícia. A expectativa, de acordo com a diretora do Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC), Margareth Vidal, é que os corpos sejam liberados para os familiares até amanhã.

“Nós já conseguimos os prontuários civis de todos eles (as vítimas) e só estamos aguardando iniciar os procedimentos periciais para começarmos a fazer o confronto necropapiloscópico, ou seja, identificação civil, técnico-científica de cada um", explicou Vidal.

Peritos do IML irão trabalhar a noite toda para que os corpos sejam liberados aos familiares nesta segunda-feira (18) ainda pela manhã. "O segundo passo é a perícia necroscópica em si, então vai depender do número de lesões que cada vítima apresenta. Mas a gente entende que não vai demorar muito, acreditamos que até de madrugada ou no máximo pela manhã já poderemos liberar os corpos”, disse ela.

Fonte: A Crítica

Leia Também Grupo Foto Sul realiza encontro para fotógrafos em Passo Fundo Procuradoria do Trabalho inaugura sede própria em Passo Fundo Novo espaço do Grupo Foto Sul quer fomentar a economia criativa no Estado Obras e intervenções: EGR alerta usuários para serviços na ERS-135