Grupo Planalto de comunicação

Assembleia do CMP Sindicato decide: não haverá greve dos professores

Não haverá greve dos professores municipais de Passi Fundo. A categoria aprovou um dia de paralisação das escolas em defesa do plano de carreira do magistério. Será na próxima terça-feira (04), em que haverá um ato público em conjunto com o Cpers.

A decisão foi em assembleia na tarde desta quinta-feira, 30, no CTG Lalau Miranda.

Confira a pauta de reivindicações na mobilização da próxima terça-feira:

1) Regulamentação, em estatuto, do percentual da “hora atividade” dos professores, dos 20% atuais para 33%, tempo que é utilizado para planejamento pedagógico;
2) Criação de gratificações para vice-diretores, coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais, assim como de professores multissérie dos anos finais do Ensino Fundamental, além de readequação das gratificações de direção;
3) Auxílio transporte aos professores, pago em pecúnia, por meio de verba indenizatória;
4) Criação dos níveis IV e V no estatuto do magistério municipal, a fim de contemplar professores mestres e doutores da rede, já que os níveis I, II e III atuais contemplam, respectivamente, somente docentes com magistério, graduação e pós-graduação lato sensu;
5) Criação das vagas que faltam para promover as professoras da educação infantil para o nível III (pós-graduação lato sensu).
Além do ato, foi aprovado também um calendário de mobilizações da categoria durante o ano, que inclui ações em datas estratégicas que tratarão das reivindicações e das futuras ações do sindicato.

Foto: Ari Machado (Planalto News)
Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais