Grupo Planalto de comunicação

Atitus é ponto de arrecadação de medicamentos vencidos em Passo Fundo Remédios podem ser descartados em totem na entrada do Campus Santa Teresinha

Foto: Atitus

A Atitus Educação se tornou um ponto de coleta para medicamentos vencidos ou em desuso em Passo Fundo, intensificando seu compromisso com a sustentabilidade e a saúde pública. Localizado na entrada do Campus Santa Teresinha, um totem está disponível para o descarte correto de remédios. Coordenado pelo curso de Farmácia, o projeto visa educar sobre a importância de descartar adequadamente esses resíduos químicos, que podem causar sérios danos ao ambiente e à saúde humana.

Medicamentos vencidos ou em desuso não devem ser descartados no lixo comum, no vaso sanitário ou na pia, pois representam riscos ambientais, como explica a coordenadora do curso de Farmácia, Eduarda Bassi Anziliero: “Jogar medicamentos em locais impróprios pode contaminar a água e o solo, afetando ecossistemas inteiros. Esses resíduos podem conter antibióticos, contribuindo para que as bactérias do ambiente fiquem mais resistentes e isso traga dificuldades no tratamento de infecções e doenças, ou resíduos hormonais, que prejudicam a reprodução de espécies marítimas”.

Além disso, a falta de descarte adequado pode fazer com que substâncias químicas ativas cheguem aos sistemas de abastecimento de água. “Muitas estações de tratamento de esgoto não são equipadas para remover esses contaminantes, o que pode resultar na presença dessas substâncias em nossas torneiras”, alerta a coordenadora.

Para combater esses problemas, a Atitus realiza ao longo do ano campanhas de arrecadação de medicamentos vencidos. “Estimulamos tanto a comunidade acadêmica quanto o público externo a trazerem seus resíduos até a Atitus”, diz Eduarda. A instituição dispõe de um totem de coleta instalado na recepção do Campus Santa Teresinha, em Passo Fundo, para facilitar o descarte correto.

Após a coleta, os medicamentos são classificados pelos estudantes do curso de Farmácia da Atitus. “As bulas, caixas e blisters são destinados como resíduo reciclável, enquanto os próprios medicamentos são tratados como resíduos químicos e recolhidos por uma empresa especializada para incineração adequada”, explica a coordenadora.

Ao se engajar nessa iniciativa, a Atitus reforça seu compromisso com a responsabilidade ambiental e com a promoção de práticas sustentáveis. “É uma forma de contribuir para a preservação do ambiente e para a saúde pública, garantindo que esses resíduos sejam descartados de maneira segura e controlada”, conclui Eduarda Anziliero.

Se você possui medicamentos vencidos em casa, contribua com essa causa e traga-os até a Atitus Educação. Em outras cidades, o descarte pode ser feito em farmácias e ou unidades de saúde que os recebam e descartem corretamente.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais