Grupo Planalto de comunicação

Dia Mundial de Combate ao Câncer alerta para a importância da prevenção Objetivo da data é conscientizar a população sobre o diagnóstico precoce e a alta incidência de casos de câncer

Créditos: Liliane ferenci - Comunicação HSVP

Todos os anos, segundo dados da Organização Pan-Americana de Saúde, cerca de 10 milhões de pessoas morrem em decorrência do câncer, o que torna a doença a segunda principal causa de morte no mundo. Devido a essa realidade, o dia 4 de fevereiro foi escolhido como o Dia Mundial de Combate ao Câncer a fim de conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.

No Brasil, conforme dados do Instituto Nacional de Câncer – INCA, são esperados a cada ano 704 mil novos casos de câncer. O mais incidente, segundo o levantamento, é o câncer de pele não melanoma, com 220 mil novos casos, seguido pelos cânceres de mama – 74 mil casos, próstata – 72 mil, cólon e reto – 46 mil, pulmão – 32 mil, e estômago – 21 mil novos casos.

A médica responsável técnica do Serviço de Oncologia do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, Dra. Gabriela Stella, comenta que o número de casos vem crescendo cada vez mais. “O número de casos nos últimos anos aumentou e deve continuar aumentando, sendo que o Brasil deve registrar entre 2023 e 2025 mais de 2 milhões de novos casos. Isso se deve ao envelhecimento da população e a hábitos poucos saudáveis, como sedentarismo e a obesidade”, ressalta.

Ainda conforme a especialista, o diagnóstico precoce é o maior aliado no combate ao câncer, pois o tratamento em fase inicial tende a ser mais efetivo do que em estágio avançado. “Quanto mais cedo for detectada a doença, mais cedo se inicia o tratamento e maiores são as chances de cura, maior é a sobrevida e melhor é a qualidade de vida. Sendo assim, o diagnóstico precoce continua sendo o nosso maior aliado no combate ao câncer”, reforça.

Assim como apontam as estatísticas, no HSVP, os principais casos tratados são os cânceres de próstata e de mama, seguidos dos cânceres de cólon e de pulmão. “Nós prezamos pela individualização, ou seja, cada caso é analisado de acordo com as suas particularidades. Realizamos uma abordagem multidisciplinar, permitindo a discussão entre as mais diversas especialidades, observando os detalhes de cada caso, o que nos permite traçar um plano individualizado para cada paciente”, afirma Dra. Gabriela.

Olhar atento à saúde

Quanto ao Dia Mundial de Combate ao Câncer, a médica deixa um recado à população: “Previna-se, faça um acompanhamento médico e realize exames regularmente. Não fume, mantenha o peso corporal adequado, evite bebidas alcoólicas, opte por uma alimentação saudável e pratique atividade física. Além disso, evite a exposição ao sol entre 10h e 16h e use sempre proteção adequada. Você, mulher, amamente. Pai e mãe, lembrem-se da vacinação contra HPV, disponível no SUS para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos”.

Dra. Gabriela reforça, ainda, a importância das consultas de rotina e da realização de exames preventivos. “Vá ao médico e realize exames preventivos. Para as mulheres, mamografia e citopatológico de colo de útero (Papanicolau). Para os homens, toque retal e PSA. Para todas as pessoas com mais de 45 anos, colonoscopia. E você, tabagista, avaliação médica anual para avaliar a necessidade de realizar tomografia de investigação”, conclui a Dra. Gabriela.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais