Grupo Planalto de comunicação

PPGEng/UPF ajuda a pensar em cidades mais sustentáveis e inovadoras Programa tem como área de concentração infraestrutura e meio ambiente e trabalha na pesquisa de novos materiais e gestão das cidades, focado no desenvolvimento urbano sustentável

Foto: Camila Guedes
Como as cidades podem se desenvolver de forma sustentável? É a partir desse questionamento que é possível resumir o foco do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Passo Fundo (PPGEng/UPF). Com área de concentração em infraestrutura e meio ambiente, docentes, mestrandos e doutorandos focam suas pesquisas no desenvolvimento de novos materiais e na gestão das cidades, tudo isso focado na melhoria, pensando em um desenvolvimento urbano sustentável.

Algumas dessas pesquisas em andamento foram apresentadas no último sábado, dia 15 de junho, no Workshop Infraestrutura e Meio Ambiente II, realizado na Arena UPF Parque. O objetivo, de acordo com a coordenadora do Programa, professora Dra. Luciana Brandli, é justamente reunir os futuros doutores para compartilhar o que estão propondo em relação a novos produtos, novas metodologias e modelos.

“Nós trabalhamos com pesquisas voltadas à infraestrutura urbana, ao desenvolvimento sustentável, a estrutura sustentável, que é a parte mais das obras em si, trabalhamos também com saneamento, com tratamento de água, de efluentes, com resíduos sólidos. Trabalhamos com toda a parte de remediação de solos. Então, todas essas áreas elas, de certa forma, se complementam no sentido de realmente termos uma inserção na sociedade, nas cidades de uma maneira mais sustentável”, explica Luciana.

Uma das pesquisas apresentadas foi a da doutoranda Suelen Regina Cominetti Baú. Orientada pelo professor Dr. Vandré Brião, Suelen está dando continuidade ao trabalho que iniciou no mestrado. “Nossa intenção é potabilizar a água cinza, que é aquela água que sai dos nossos chuveiros, das nossas pias, da máquina de lavar. A proposta é potabilizar essa água e criar um sistema de recirculação dessa água na residência para que a gente seja economicamente e também tecnicamente sustentável”, comenta.

Para Suelen, a escolha pelo doutorado se deu porque é um caminho que abre muitas portas, especialmente na academia. “Eu já vinha de uma carreira de docência, então vinha bem de encontro com o que eu queria. Então, agora vamos dar um passinho um pouco a mais, um pouquinho mais de desafio em virtude da temática para obter essa água cinza potável”, acrescenta.

Por que fazer mestrado ou doutorado em Engenharia Civil e Ambiental?
O Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil e Ambiental traz como principal diferencial uma proposta inovadora e visionária com uma temática fortemente ligada ao desenvolvimento sustentável, alinhando decisões técnicas de engenharia com as principais questões de infraestrutura e meio ambiente do mundo contemporâneo, capacitando profissionais de diversas áreas do conhecimento para a solução de problemas locais e regionais.

São quatro linhas de pesquisa: Linhas de Pesquisa: Gestão da Infraestrutura; Estruturas da Infraestrutura; Desenvolvimento de processos aplicados ao tratamento de ar, água, efluentes e solos; e Geotecnia e desenvolvimento de materiais aplicados à infraestrutura e meio ambiente.

Conheça mais sobre o PPGEng no site upf.br/pos.
Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais