Grupo Planalto de comunicação

Prefeitura e empresários pedem autorização do Estado para construção de trevo na RS-324 Município planeja investir R$ 15 milhões em recursos próprios na obra

Fotos: Michel Sanderi/ Divulgação

Em um movimento importante para o desenvolvimento de Passo Fundo, o prefeito Pedro Almeida reuniu-se nesta quinta-feira (13) com um grupo de empresários locais para a formalização de uma parceria e de pedido para que o governo do Estado autorize a construção de novo trevo na RS-324.

A iniciativa surgiu a partir de um grupo de empresários de Passo Fundo, que, preocupados com a infraestrutura viária da região, elaboraram, junto a Bortolamedi Engenharia, um projeto, detalhado para a construção do novo trevo de acesso ao distrito industrial Paulo Rossetto, com 1,64 km de extensão, abrangendo do km 173 ao km 175. Este projeto foi doado ao  Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), demonstrando o engajamento e a responsabilidade social do setor empresarial local.

O novo trevo será estrategicamente localizado em frente à Gran Palazzo, uma área de intenso tráfego de veículos de grande porte. O prefeito Pedro Almeida ressaltou a importância da obra. “Passo Fundo é o 3º polo da construção civil do Estado, a 2ª cidade que mais exporta e a 2ª em geração de empregos no Rio Grande do Sul. Estamos em um momento de visível progresso e crescimento, o que justifica a necessidade de iniciar as obras imediatamente,” destacou o prefeito Pedro.

Para viabilizar a execução do projeto, o Município de Passo Fundo planeja investir R$ 15 milhões em recursos próprios. No entanto, como se trata de uma rodovia estadual, para que as obras possam ser iniciadas, é necessária a autorização do governo do Estado, que será solicitada formalmente pelo prefeito. “Esta parceria entre o poder público e a iniciativa privada é um exemplo de como a cooperação pode resultar em melhorias significativas para a infraestrutura e o crescimento econômico local. A administração municipal espera que, com a autorização do Daer, as obras possam começar em breve, trazendo benefícios para toda a comunidade de Passo Fundo”, enfatizou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Diorges Oliveira.

O Distrito Industrial Valinhos abriga 22 empresas e mais de dois mil colaboradores de diversos empreendimentos industriais e áreas de negócios, o que justifica a implementação do projeto para evitar acidentes e aumentar a segurança das milhares de pessoas que acessam o local para trabalhar, fazer negócios, transportar insumos e produtos, e participar de eventos nacionais.

O município já solicitou ao Daer reunião para a próxima semana. Com a liberação do Departamento será possível abrir a licitação para a contratação da empresa responsável pela execução da obra. A estimativa é que em 90 dias a obra tenha início com previsão de dois anos para ser entregue.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais