Grupo Planalto de comunicação

Caso Ricardo Franzen: duas pessoas são indiciadas em Passo Fundo A Polícia Civil indiciou duas pessoas por terem matado Ricardo por motivo torpe e mediante recurso que impossibilitou ou dificultou a defesa da vítima.

Foto: Arquivo da família

Duas pessoas foram indiciadas pelo assassinato de Ricardo Franzen, de 43 anos, em Passo Fundo. O crime aconteceu por volta do meio-dia do dia 1º de maio deste ano, na Avenida Miguelzinho Lima, uma estrada rural no bairro Jardim América.

Segundo informações apuradas pela repórter policial Ana Caroline Haubert, o inquérito da Polícia Civil concluiu que se trata de homicídio consumado e a causa da morte foi um choque hipovolêmico, causado por uma hemorragia com perda significativa de sangue. O corpo foi encontrado com golpes de arma branca, e as investigações apontaram que houve luta corporal no local.

A motivação do assassinato, segundo a polícia, teria sido um desentendimento por um suposto estrago causado pelo grupo Pampa Jipe Clube em aproximadamente um hectare de plantação pertencente a um dos indiciados, que estimou o ressarcimento em cerca de R$ 20 mil.

Ricardo, presidente do grupo, entrou em contato com o proprietário, foi ao local pessoalmente, constatou o dano e se prontificou a efetuar o ressarcimento. No entanto, nos dias seguintes, houve um desacordo entre as partes, pois alguns danos teriam sido causados antes da passagem dos jipeiros pelo local, inclusive durante as buscas por um menino autista alguns dias antes do fato.

No dia do crime, Ricardo foi até a propriedade do homem e, após uma discussão, foi morto. A Polícia Civil indiciou duas pessoas por terem matado Ricardo por motivo torpe e mediante recurso que impossibilitou ou dificultou a defesa da vítima.

O crime causou grande comoção na comunidade. Ricardo deixou esposa e dois filhos.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais