Grupo Planalto de comunicação

Estaduais: treinador preso antes de jogo por falta de pagamento de pensão alimentícia Marcinho Guerreiro foi detido momentos antes da partida do time rubro-negro diante do Imperatriz, pelo Campeonato Maranhense

Foto: Ariel Lemos/ Moto Club

A semana é de início para os Campeonatos Estaduais pelo país. E, com as competições, surgem fatos que chamam a atenção. É o exemplo da prisão do treinador minutos antes da bola rolas. Aconteceu na quarta-feira (17), no Maranhão.

O técnico do Moto Club, Marcinho Guerreiro, foi preso em Imperatriz-MA, por falta de pagamento de pensão alimentícia. O profissional de 45 anos foi detido momentos antes da partida entre Imperatriz e Moto Club, válido pela segunda rodada do Campeonato Maranhense.

Marcinho Guerreiro ainda chegou a acompanhar o aquecimento do time rubro-negro no gramado do Frei Epifânio. Ao descer para o vestiário da equipe, um oficial de justiça e uma viatura já o aguardava com um mandato de prisão.

Na sequência, o técnico foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Imperatriz. De acordo com a polícia, a prisão tem duração de 60 dias.

Em campo, o Moto Club acabou derrotado por 3×1 e o time teve o comando de Lucas Guerreiro, filho do treinador detido.

Clube se manifesta

Em nota, o Moto Club informou que não tinha conhecimento do fato envolvendo o treinador. “Diante do ocorrido com o técnico Marcinho Guerreiro, o Moto Club informa que não tinha ciência de qualquer situação envolvendo o técnico e que, após apuração de todos os fatos, tomará as medidas cabíveis” afirmou a direção do clube.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais