Grupo Planalto de comunicação

Aeroportos: benefício de isenção em operações se estende ao Lauro Kortz Medida foi anunciada pelo Governo do estado, com isenção de ICMS em operações de retomada

Foto: Grupo Planalto de Comunicação (arquivo)

Buscando contribuir para a retomada das atividades do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, o governo do Estado passou a conceder isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) nas operações destinadas à reconstrução do espaço. A medida, que vale até 31 de dezembro de 2024.

A isenção compreende operações e prestações internas e de importação de bens, máquinas, equipamentos, partes, peças, componentes aeronáuticos, ferramentas, estruturas metálicas e instalações – sejam esses itens novos ou usados –, além do serviço de transporte. A medida tributária também se aplica a contratos de arrendamento mercantil.

Além do Salgado Filho, o benefício abrange a Base Aérea de Canoas e outros aeroportos considerados integrantes da malha aérea emergencial. Nesse grupo, também, se integra o Aeroporto Regional Lauro Kortz, de Passo Fundo, de grande importância para a chegada e saída do estado no período crítico das inundações. É o que aponta a Nota 07 do decreto: https://www.diariooficial.rs.gov.br/materia?id=1114894

A sistemática se estende à concessionária que explora a prestação de serviços aeroportuários e às prestadoras de serviços, conforme instruções da Receita Estadual.

A isenção abrange ainda a parcela referente ao diferencial de alíquotas do ICMS nas operações interestaduais. Além disso, não será exigido o estorno do crédito fiscal.

Um estudo recente divulgado pelo governo do Estado aponta que, caso o Salgado Filho permaneça fechado até dezembro de 2024, poderá haver um impacto de R$ 2,5 bilhões a R$ 3,2 bilhões no Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Sul. O levantamento considera os efeitos em ativos e no comércio – o que inclui companhias aéreas, hotéis, estacionamento, combustíveis e transporte por táxi e aplicativos, entre outros.

 

 

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais