Grupo Planalto de comunicação

Fabrício de Quadros Severo: Polícia Civil investiga homicídio doloso O corpo foi encontrado em estado avançado de decomposição, com várias perfurações, e se trata de um homicídio doloso.

Fabrício de Quadros Severo estava desaparecido há 12 dias.

Foi encontrado nesse domingo (23) o corpo do passo-fundense Fabrício de Quadros Severo, de 31 anos, que estava desaparecido há 12 dias. O corpo, em estado avançado de decomposição, foi encontrado com várias perfurações na cabeça e no braço e se trata de um homicídio doloso (com intenção de matar), segundo o registro feito na 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Passo Fundo.

O corpo foi encontrado por populares, que acionaram a Brigada Militar, na Comunidade Passo das Pedras, interior de Ciríaco. Ao chegarem no local, os policiais relataram que ele estava com a bermuda baixada, como se tivesse sido arrastado por ela.

Ao saber da localização do corpo, o irmão da vítima compareceu ao Departamento Médico-Legal (DML) e reconheceu “sem sombra de dúvidas” a identificação do mesmo, o que foi confirmado pelo material genético coletado.

Agora com a localização da vítima, a Delegacia de Homicídios disse que o foco da investigação se voltará para a identificação do responsável, pois o caso deixou de ser um desaparecimento e passou a ser tratado como homicídio.

Entenda:

Em entrevista à Rádio Planalto, familiares de Fabrício de Quadros Severo, disseram ter suspeitas sobre as motivações do desaparecimento do jovem. Eles relataram que Fabrício teria problemas com vícios, brigas no bairro e desentendimento com um vizinho por acidente de carro.

Além disso, os familiares contaram que ele se relacionava com mulheres através de aplicativo de relacionamento e que após o deu desaparecimento, veio à tona que a maioria delas diziam ser solteiras, mas eram casadas.

Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais