Grupo Planalto de comunicação

Inteligência Artificial pode ser ferramenta para construção de novos conhecimentos Temática é trabalhada no Programa de Pós-Graduação em Administração da UPF, com o objetivo de qualificar processos de pesquisa e preparar profissionais para o mercado

Foto: Camila Guedes
Um tema que gera muitas dúvidas e receios pode se transformar em um excelente objeto de estudo. E é justamente isso que o Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Passo Fundo (PPGAdm/UPF) busca fazer ao levar a Inteligência Artificial para a discussão. A partir de trabalhos e grupos de estudos, professores e discentes do Programa têm se centrado no uso da Inteligência Artificial como uma ferramenta para qualificar processos de pesquisa e também de construção de conhecimento científico.

De acordo com uma das docentes do PPGAdm, a professora Janine Fleith de Medeiros, a Inteligência Artificial pode ser uma ferramenta bem importante para a construção de novos conhecimentos. “Ela é uma ferramenta muito importante para que possamos avançar no conhecimento que temos em diferentes áreas, seja negócios, seja com enfoque em sustentabilidade, seja na questão de ESG, que é uma outra temática muito pertinente”, pontua. Para a professora, apesar dos receios que existem em torno da temática, não se pode ignorar a ferramenta. “Precisamos preparar profissionais para que eles cheguem ao mercado sabendo utilizá-la e fazendo com que as organizações cresçam a partir desse conhecimento”, completa.

E é justamente em busca dessa qualificação que a mestranda Bárbara Adelle Dalamaria está. Formada em Jornalismo, atualmente, Bárbara é bolsista do Programa de Pós-Graduação e Administração da UPF e pesquisa sobre inovação aberta e crowdsourcing e sua aplicabilidade na administração das empresas, uma temática que, na opinião da estudante, está sendo bem recorrente nas empresas, especialmente no contexto atual. Assim, a mestranda acredita que, além da pesquisa acadêmica, também terminará a formação mais qualificada profissionalmente. “Eu acredito que agora eu estou muito mais capacitada para atuar em qualquer empresa, em qualquer organização que eu for trabalhar. Vejo que uma das principais riquezas que o mestrado está nos trazendo é, além da qualificação acadêmica, o fato de que nós vamos sair daqui mais preparados profissionalmente”, acrescenta.

Por que fazer mestrado em Administração?
O Mestrado em Administração tem como área de concentração a Gestão Estratégica das Organizações, contemplando estudos com ênfase na geração de conhecimento sobre as organizações e sua relação com o desenvolvimento da sociedade. O foco dos estudos está no ambiente e na dinâmica organizacional, temas tratados de forma articulada e inter-relacionada.

São duas linhas de pesquisa: Linhas de Pesquisa: Comportamento, Aprendizagem e Gestão de Pessoas; e Competitividade e Marketing.

Como ingressar no mestrado em Administração da UPF?
As inscrições para o curso de Mestrado em Administração da UPF seguem abertas até o dia 17 de junho, e você pode conferir todos os detalhes no site da Pós-Graduação UPF. A seleção é feita em três etapas: avaliação do currículo Lattes; análise do projeto de dissertação; e entrevista.

Atente-se ao cronograma: para o Mestrado, os candidatos devem conferir os documentos solicitados no edital, além de apresentar o pré-projeto de pesquisa.
No upf.br/pos também é possível conferir os processos seletivos para bolsistas.
Facebook
Twitter
WhatsApp

Notícias Relacionadas

Categorias

Redes Sociais